Manuais escolares: queixas subiram 317% em relação a 2017

O Portal da Queixa, a maior rede social de consumidores de Portugal, registou entre o início de agosto e 6 de setembro deste ano um aumento de 317% do número de reclamações relativas aos manuais escolares, face ao período homólogo.

A uma semana do regresso às aulas as queixas relativas aos manuais escolares cresceram entre o início de agosto e 6 de setembro deste ano, 317% em relação ao último ano, segundo o ‘Portal das Queixas’. Ao Ministério da Educação e Ciência (MEC), entre julho e 6 de setembro de 2018, já chegaram ao ‘Portal da Queixa’ mais de 100 reclamações, uma subida de 100%, comparativamente com 2017. 

Um dos principais motivos da insatisfação dos consumidores está relacionado com a plataforma MEGA (Manuais Escolares Gratuitos) lançada, este ano, pelo MEC. O principal motivo das reclamações contra esta plataforma está relacionado com problemas associados à emissão dos vouchers.

Há quem tenha feito o registo e não tenha recibo dos vouchers. Existem ainda casos em que os consumidores recebem o voucher e depois este é anulado. Além dos problemas associados aos vouchers, os consumidores deparam-se, também, com a impossibilidade de contacto para esclarecimentos e resolução dos seus problemas.

Recomendadas

Encomendou os manuais escolares do seu filho online, mas ainda não os recebeu? Saiba o que fazer

Comece por se informar sobre as razões do atraso na entrega dos manuais. Se o incumprimento se deve à indisponibilidade dos livros, o comerciante tem de o informar sobre essa circunstância.

#EscolaEmSegurança. Conheça as regras para o ensino básico e secundário

O Ministério da Educação lançou a campanha de sensibilização #EscolaEmSegurança destinada a estudantes do ensino básico e secundário. Conheça as regras que todos os alunos devem seguir para um regresso seguro às aulas presenciais.

Regresso às aulas: conheça as regras para o pré-escolar e 1.º ciclo

Na semana em que regressam as aulas presenciais, o Ministério da Educação lançou campanha de sensibilização #EscolaEmSegurança. Veja o vídeo destino às crianças do pré-escolar e do 1º. ciclo.
Comentários