Manuais escolares: queixas subiram 317% em relação a 2017

O Portal da Queixa, a maior rede social de consumidores de Portugal, registou entre o início de agosto e 6 de setembro deste ano um aumento de 317% do número de reclamações relativas aos manuais escolares, face ao período homólogo.

A uma semana do regresso às aulas as queixas relativas aos manuais escolares cresceram entre o início de agosto e 6 de setembro deste ano, 317% em relação ao último ano, segundo o ‘Portal das Queixas’. Ao Ministério da Educação e Ciência (MEC), entre julho e 6 de setembro de 2018, já chegaram ao ‘Portal da Queixa’ mais de 100 reclamações, uma subida de 100%, comparativamente com 2017. 

Um dos principais motivos da insatisfação dos consumidores está relacionado com a plataforma MEGA (Manuais Escolares Gratuitos) lançada, este ano, pelo MEC. O principal motivo das reclamações contra esta plataforma está relacionado com problemas associados à emissão dos vouchers.

Há quem tenha feito o registo e não tenha recibo dos vouchers. Existem ainda casos em que os consumidores recebem o voucher e depois este é anulado. Além dos problemas associados aos vouchers, os consumidores deparam-se, também, com a impossibilidade de contacto para esclarecimentos e resolução dos seus problemas.

Recomendadas

Acesso ao ensino superior vai ter novas regras

Os cursos procurados por alunos com mais de 17 valores vão poder aumentar as vagas até 15%. Em contrapartida terão de fazer cortes de 5% se não tiverem alunos nesse patamar.

Cinco instituições do interior têm mais alunos

A tutela fez um balanço ao corte de 5% das vagas em Lisboa e Porto, no ano passado, e rebate a crítica de que os privados ganharam com a medida. Reflecting on the 5% cut of the vacancies in Lisbon and Porto, it is argued that that the private sector is the one winning with this measure.

“A Criar com Scratch”: Descobrir o sistema solar através da programação

O concurso “A Criar com Scratch!” foi disputado por 313 projetos, envolvendo 1.136 alunos do pré-escolar e dos três ciclos do Ensino Básico. Contamos-lhe como foi.
Comentários