PremiumMarc Rechter: “Queremos Sines como o hub de hidrogénio do sul da Europa”

Projeto visa criar central de hidrogénio verde em Sines para exportar para o Norte da Europa. Com um custo de 3,5 mil milhões, pode arrancar em 2025, mas falta fechar financiamento e aprovações.

Transformar Sines no principal centro de produção de hidrogénio verde do sul da Europa, para exportar este gás para o maior centro industrial químico do mundo no norte da Europa. É esta a ambição da Resilient Ventures,liderada pelo holandês Marc Rechter.

“Queremos posicionar Sines como o centro principal de hidrogénio do sul da Europa. Queremos apresentar o projeto [na Comissão Europeia] o mais rapidamente possível”, afirma Marc Rechter em entrevista ao Jornal Económico.

“Daqui a 10 anos, Sines poderá desenvolver-se como um hub de hidrogénio muito importante do sul da Europa, tem muito boas características”, destaca, sobre o projeto que tem o nome de Flamingo Verde (Green Flamingo).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumIsraelitas já têm planos para mais hotéis em Lisboa

O grupo Fattal vai abrir um hotel de quatro estrelas na baixa de Lisboa em 2022, num investimento de 20 milhões. A companhia detém 200 hotéis e procura mais oportunidades em Lisboa, Porto, Estoril e Algarve.

PremiumPortugueses dominam negócio milionário dos transplantes capilares

Alta tecnologia e investigação científica promovida por Paulo Ramos, associado aos fundos Vallis-Hermes e a CR7, permitiu criar rede que fatura milhões.

PremiumJerónimo Martins vai investir até 750 milhões para ter mais 290 lojas em 2020

Ara, na Colômbia, vai ter mais 130 lojas, e Biedronka, na Polónia, mais 100. Em Portugal, o Pingo Doce vai apostar num novo conceito de loja.
Comentários