‘Mayexit’ à vista. Partido Conservador já prepara sucessor de Theresa

O governo britânico adiou a publicação da nova proposta de lei para o Brexit, inicialmente prevista para sexta-feira para que fosse votada na semana que se inicia a 3 de junho. Com a demissão à vista, estes são os principais candidatos ao lugar de May.

A primeira-ministra está sob intensa pressão para se demitir devido à dificuldade em apresentar um plano satisfatório para fazer o Reino Unido sair da UE.

Essa pressão agravou-se, segundo o jornal britânico “The Times“, que escreve que a primeira-ministra britânica deverá abandonar o número 10 de Downing Street já esta sexta-feira. A publicação cita fontes dos conservadores próximas de Theresa May, após mais uma demissão no executivo de Londres, desta vez da ministra dos Assuntos Parlamentares, Andrea Leadsom, eurocética e pró-Brexit.

A primeira-ministra concordou encontrar-se com a presidente do comité do Partido Conservador esta sexta-feira para discutir o seu futuro.

Até se saberem os resultados dessa reunião, a Reuters fez uma recolha dos possíveis candidatos ao cargo de May. Conheça alguns deles.

Relacionadas

Publicação da nova proposta de lei para o Brexit adiada. May em risco de demitir-se amanhã

O governo britânico adiou a publicação da nova proposta de lei para o Brexit, inicialmente prevista para sexta-feira para que fosse votada na semana que se inicia a 3 de junho. Impresa britânica antecipa demissão da primeira ministra esta sexta-feira.

Theresa May propõe segundo referendo para aprovar o seu acordo

Primeira-ministra britânica garantiu o apoio do seu governo para apresentar uma nova proposta de saída da União Europeia, para a qual ela espera finalmente conseguir aprovação do Parlamento.

Líder Trabalhista diz que não apoiará nova proposta de acordo de May

Theresa May apresentou hoje uma nova proposta para um acordo do ‘Brexit’, que levará ao Parlamento no próximo dia 03 de junho, mas precisa de uma maioria de deputados Conservadores e Trabalhistas para atingir o objetivo. Corbyn recusa “apoiar uma versão reaproveitada do antigo acordo”.
Recomendadas

PremiumPSD remete alterações ao OE para depois de eleições internas

Propostas dos sociais-democratas só dão entrada no Parlamento a partir da próxima semana. Direção de Rui Rio chama a si proposta de redução do IVA da eletricidade por ter “relevo político nacional”.

PremiumCarlos Zorrinho: “OE foi muito tático na forma como foi discutido e votado”

Eurodeputado eleito pelo PS entende que as abstenções do BE, PCP, PEV e Livre mostram vontade de continuar a negociar com o Governo. E defende uma transição digital e energética “mais justa” e concorda com propostas de redução do IVA da eletricidade.

“Este governo tem um problema que é a imprevisibilidade”

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, à Antena1/Jornal de Negócios, diz que “este governo tem um problema que é a imprevisibilidade”, uma vez que não há acordo com os partidos à esquerda e por isso não se sabe que posição vão tomar.
Comentários