Media Capital confirma à CMVM intenção de Cristina Ferreira ser acionista da empresa

A dona da TVI esclarece, em comunicado, que a referida declaração de intenções “enquadra-se na recente contratação da Cristina Ferreira como Diretora de Entretenimento e de Ficção da TVI”.

A Media Capital, dona da TVI, comunicou este sábado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a intenção da apresentadora Cristina Ferreira de adquirir uma participação no capital social da empresa.

“Nos termos e para os efeitos do disposto no Regulamento da CMVM nº 5/2008 e no Código dos Valores Mobiliários, o Grupo Média Capital, SGPS, S.A. (“Sociedade”) informa que Cristina Ferreira manifestou junto do acionista Promotora de Informaciones, S.A. (Prisa) a intenção de adquirir uma participação no capital social da Sociedade”, lê-se no comunicado enviado pela Media Capital ao regulador.

A Media Capital esclarece ainda que a referida declaração de intenções “enquadra-se na recente contratação da Cristina Ferreira como Diretora de Entretenimento e de Ficção da TVI”.

Segundo informação avançada pelo ‘Correio da Manhã’, Cristina Ferreira “vai ser administradora não-executiva da Media Capital, com uma participação de 1 a 2 por cento” e terá sido o o empresário Mário Ferreira, que em maio comprou 30% da Media Capital por 10,5 milhões de euros, quem “liderou as negociações com Cristina Ferreira”.

O regresso de Cristina Ferreira à TVI já foi oficialmente confirmado esta sexta-feira, depois de há cerca de dois anos ter protagonizado a transferência do ano na comunicação social nacional, quando trocou o canal que a tornou conhecida pela SIC. Cristina Ferreira iniciará funções no próximo dia 1 de setembro.

Relacionadas

Cristina Ferreira tem intenção de adquirir participação no capital social da Media Capital

A Media Capital anunciou a contratação da apresentadora e avança mesmo que Cristina Ferreira “manifestou junto da Prisa a intenção de adquirir uma participação no capital social da empresa”. Cristina Ferreira inicia funções a 1 de setembro deste ano.

Cristina Ferreira deixa SIC e integra estrutura accionista da TVI

A apresentadora deixa as manhãs da SIC para integrar a nova estrutura accionista da TVI. “Regressa à TVI como Diretora de Entretenimento e Ficção, tendo já manifestado a sua intenção de compra de participação na Media Capital”, pode ler-se em comunicado.

SIC lamenta “decisão abrupta e surpreendente” de Cristina Ferreira

A SIC não coloca de parte uma eventual decisão do âmbito judicial ao afirmar no mesmo comunicado que “reserva todos os seus direitos em face desta situação”, de acordo com comunicado da estação televisiva.
Recomendadas

CEO do Bankinter assegura que não tem interesse em comprar o Novo Banco

As moratórias em Portugal pesam mais do que em Espanha. No total da carteira, a sucursal tinha mil milhões de euros em moratórias, pesando 15% no total, divididas entre crédito hipotecário que soma 600 milhões (14% do total) e 400 milhões em crédito a empresas (18%). Bankinter descarta mais aquisições em Portugal.

Lucros da Tesla sobem mais de 200%

Ao apresentar receitas superiores a oito mil milhões de dólares no terceiro trimestre, a Tesla desafiou a indústria automóvel num ano particularmente difícil para o setor devido à pandemia de Covid-19 e à turbulência económica que dela derivou.

Lucros do Bankinter afundam 50% para 220 milhões

Bankinter justifica recuo nos lucros com a realização de provisões devido à pandemia. Já o Bankinter Portugal viu os resultados antes de impostos recuarem 36% para 33 milhões de euros.
Comentários