Médicos do SESARAM formalizam demissão

Na base da contestação dos médicos está aquilo que dizem ser uma “nomeação política” do novo diretor clínico, Mário Pereira.

SESARAM

Os 33 médicos, que são também diretores de serviço, do Serviço Regional de Saúde (SESARAM) oficializaram os seus pedidos de demissão. O Jornal da Madeira, avança que os documentos já foram entregues ao Conselho de Administração do SESARAM.

Estes profissionais, que já tinham mostrado a sua intenção em abandonar os cargos, acabaram mesmo por fazê-lo, depois de uma escalada de tensão após a nomeação pelo Governo Regional da Madeira do novo diretor clínico, Mário Pereira, ex-deputado do CDS.

Na base da contestação dos médicos está aquilo que dizem ser uma “nomeação política”.

Recomendadas

Funchal aprova isenção para nova campanha de vacinação para animais

A campanha vai passar por todas as juntas de freguesia do concelho e inclui vacinação anti-rábica para cães e gatos, boletim sanitário do animal, chips de identificação, e desparazitante.

Pedro Ramos tranquiliza população e diz que Madeira tem capacidade de resposta para coronavírus

O secretário regional da saúde diz que a Madeira tem uma linha de emergência, fluxogramas para os portos, aeroportos, e marinas, para situações de casos suspeitos ou positivos, e sobre a forma como transporte deve ser feito, em situações de detecção ou suspeita de coronavírus.

“Temos de nos diferenciar pelas caraterísticas intrínsecas do destino Madeira”, aponta Sérgio Gonçalves

Em entrevista ao Económico Madeira, que saiu na edição impressa deste mês, Sérgio Gonçalves apontou que o caminho passa pela Região se focar naquilo que é genuíno e autêntico do destino, realçando aqui a vertente da Natureza.
Comentários