Merlin Properties entra na Bolsa de Lisboa a valer 12,37 euros por ação

A admissão da imobiliária espanhola na bolsa portuguesa aconteceu esta tarde numa sessão realizada na sede da Euronext em Lisboa. A entrada é feita mediante o procedimento de “dual-listing” (cotação direta). A Merlin Properties já cotada em Espanha no IBEX 35 pretende assim fortalecer a sua posição no mercado português.

Merlin Properties na Bolsa de Lisboa | Cristina Bernardo

A Merlin Properties vai entrar na Bolsa de Lisboa com uma valorização de 12,37 euros por ação, valor pelo qual a imobiliária espanhola fechou a sessão no IBEX35.

A informação foi dada esta tarde em conferência de imprensa durante a cerimónia de admissão da empresa ligada ao setor imobiliário, na sede da Euronext em Lisboa.

Vão ser emitidas 470 milhões de ações com o valor nominal de um euro por ação. A empresa não emitirá nem fará oferta por nenhuma ação nova vinculada à cotação em Portugal. As ações continuarão admitidas a negociação nas bolsas de valores de Madrid, Barcelona, Bilbao e Valência, e a partir desta quarta-feira, na Euronext Lisboa.

Com a entrada a ser feita mediante o procedimento de dual-listing” (cotação direta), a Merlin Properties considera Portugal como um dos seus principais mercados e com a integração na Bolsa Lisboa a partir desta quarta-feira, a intenção da SOCIMI espanhola passa por fortalecer a sua posição no mercado português, trazendo o seu valor estratégico para Portugal, para que dessa forma para unir Portugal e Espanha num mercado único.

A Merlin Properties espera também com esta entrada na Bolsa de Lisboa aumentar a sua visibilidade e reconhecimento da marca. A vontade da empresa espanhola em entrar no mercado bolsista português já havia sido manifestada em outubro de 2019. A SOCIMI espanhola conta com uma capitalização bolsista aproximada de 5,3 mil milhões de euros, sendo especializada na aquisição e gestão de imóveis comerciais localizadas na península Ibérica.

Os seus principais ativos de mercado concentram-se nos segmentos de escritórios, retalho e logística principalmente em Espanha e com uma percentagem de 10% atualmente em Portugal, com uma carteira de nove ativos, que no total movimentaram em território português um investimento de 900 milhões de euros.

Ler mais

Relacionadas

Merlin Properties é admitida hoje na Bolsa de Lisboa. Quem é esta empresa espanhola?

A maior empresa do setor imobiliário em Espanha cotada no IBEX 35 já atua no mercado português desde 2015 e no qual já tinha demonstrado vontade de integrar a bolsa de Lisboa em outubro do ano passado. A oportunidade surge agora com a entrada na Bolsa de Lisboa a ser feita “mediante o procedimento de dual-listing” (cotação direta).

Isabel Ucha: “Entrada da Merlin Properties revela confiança na economia portuguesa”

Presidente do Euronext falou na cerimónia de admissão na Bolsa de Lisboa da empresa espanhola Merlin Properties.
Recomendadas

Gestora de alojamento local supera 30 mil hóspedes em Portugal

A GuestReady entrou no mercado português no final de 2018 já registou um total de 315 propriedades geridas, tendo ajudado 205 proprietários no país a rentabilizar os seus imóveis.

‘Vistos Gold’: Retirar Lisboa e Porto é “sinal negativo para investidores”, diz APEMIP

A medida apresentada pelo PS foi rejeitada pela associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal que considera que a medida vai no sentido de tentar travar a procura no mercado, em vez de promover o aumento da oferta.

Avaliação das casas sobe para 1.321 euros/m2 em dezembro e fixa novo recorde

Este valor representa um aumento de nove euros face ao mês anterior. O valor médio da avaliação anual situou-se nos 1.286 euros/m2 , representando um crescimento de 7,9% relativamente ao ano anterior.
Comentários