Mesas de voto abertas para eleições presidenciais e legislativas na República Centro-Africana

A população da RCA é chamada às urnas para eleger o Presidente do país, com o atual chefe de Estado, Faustin Archange Touadéra, a surgir como o principal candidato à vitória.

As mesas de voto abriram este domingo na República Centro-Africana para eleições presidenciais e legislativas num país ainda em guerra civil e sob ameaça de uma nova ofensiva rebelde contra o regime do atual Presidente e favorito à vitória.

Muitas mesas de voto em Bangui abriram com 50 minutos de atraso porque o material de votação não chegou a tempo, de acordo com a agência noticiosa France-Press (AFP).

A capital está calma, mas um grande número de soldados de manutenção da paz e de soldados da África Central e do Ruanda patrulharam todos os bairros e montaram veículos blindados da força de manutenção da paz das Nações Unidas, com metralhadoras em frente às mesas de voto.

A população da República Centro-Africana (RCA) é chamada às urnas para eleger o Presidente do país, com o atual chefe de Estado, Faustin Archange Touadéra, a surgir como o principal candidato à vitória.

A corrida presidencial, que conta com 17 nomes no boletim de voto, fica marcada pela ausência do antigo Presidente François Bozizé, que viu a sua candidatura ser invalidada no início do mês pelo Tribunal Constitucional da RCA.

As eleições realizam-se depois de uma crescente tensão na última semana, marcada pelo estabelecimento de uma coligação entre líderes dos três principais grupos armados, que ocupam grande parte do território da RCA e conduzem uma ofensiva no norte e no oeste do país.

Além da eleição do Presidente do país, os centro-africanos irão decidir a composição da Assembleia Nacional da RCA.

Várias organizações internacionais, incluindo as Nações Unidas e a União Africana, manifestaram a sua preocupação com o aumento da violência neste país, onde Portugal tem atualmente 243 militares, dos quais 188 integram a missão da ONU (Minusca) e 55 participam na missão de treino da União Europeia (EUTM), liderada por Portugal, pelo brigadeiro general Neves de Abreu, até setembro de 2021.

Ler mais
Recomendadas

África com mais 932 mortes por Covid-19 registadas em 24 horas

África registou nas últimas 24 horas mais 932 mortes por covid-19, alcançando um total de 77.684, e 30.855 novos casos de infeção, segundo os últimos dados oficiais da pandemia no continente

Rui Figueiredo Soares é o novo ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde

O atual ministro da Integração Regional de Cabo Verde passa esta quinta-feira a acumular com o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, após a demissão de Luís Filipe Tavares, devido à polémica envolvendo o partido Chega.

Primeiro-ministro de Cabo Verde garante que Governo não tem ligações ao Chega 

“Nem este Governo, nem o partido que o apoia [MpD], têm alguma relação de afinidade ou simpatia com partidos do tipo do Chega! em Portugal, nem partidos de lógica ideológica similar”, afirmou Ulisses Correia e Silva.
Comentários