Mitsubishi vai produzir menos 16 mil veículos devido a escassez de semicondutores (com áudio)

Em março, a empresa já tinha reduzido a produção em 7.500 veículos, afetando as contas no final de primeiro trimestre.

A fabricante automóvel Mitsubishi Motors Corp vai reduzir a produção em 16 mil veículos no próximo mês devido a uma falta de chips que afeta o mercado mundial, revela a “Bloomberg”.

A marca já tinha revelado em março um corte na produção de quatro mil a cinco mil unidades devido à escassez de semicondutores na fábrica principal. Ainda assim, também as fábricas de Okazaki e Mizushima foram afetadas pela falta de chips.

Dados revelado pela “Reuters” no início do mês indicavam que a empresa iria reduzir a produção em 7.500 veículos devido ao mesmo problema que se tem arrastado desde o início do ano, afetando a produção nas fábricas no Japão e Tailândia.

Apesar da escassez de semicondutores estar a afetar a produção automóvel desde janeiro, a Mitsubishi conseguiu produzir 90.745 unidades nas suas fábricas em janeiro e 88.754 veículos no mês de fevereiro.

Recomendadas

Lucro da Toyota Caetano cai 62% para 4,4 milhões de euros em 2020

A empresa registou um volume de negócios de cerca de 358 milhões de euros, uma quebra de 21,6%, face ao período homólogo de 2019, com a componente de vendas de viaturas e peças a assumir uma maior influência (redução de 25%).

Bosch, Shell e Volkswagen desenvolvem gasolina renovável com emissões de dióxido de carbono 20% mais baixas

Venda de Gasolina Azul, que contém até 33% de componentes renováveis, está prevista também em postos normais ao longo do ano.

Autoeuropa mantém proposta de aumentos salariais

“Não houve qualquer evolução significativa por parte da Autoeuropa desde o passado mês de março”, disse à agência Lusa o coordenador do SITE-Sul, após uma reunião realizada esta segunda-feira com a administração da fábrica da Volkswagen em Palmela.
Comentários