Modelos económicos apontam para reeleição de Trump em 2020

Presidente dos EUA beneficia de uma conjugação de indicadores económicos muito favorável. Preços dos combustíveis e desemprego baixos podem chegar para compensar a falta de popularidade.

Carlos Barria/REUTERS

O economista-chefe da Moody’s Analytics, Mark Zandi, revelou ao site Politico que neste momento Donald Trump consegue reeleger-se em todos os 12 modelos económicos com que está a antecipar a corrida para as eleições presidenciais norte-americanas que terão lugar em 2020.

“Se a eleição decorresse hoje, Trump seria o vencedor segundo esses modelos, e um vencedor folgado”, afirmou Mark Zandi, que não esconde ser um crítico do atual presidente dos EUA, admitindo que “em três ou quatro modelos seria bastante renhido”.

No entender do economista-chefe da Moody’s Analytics, Trump beneficia de uma conjugação de indicadores económicos muito favorável. “Ele tem preços dos combustíveis baixos, pouco desemprego e muitas outras variáveis políticas a seu favor”, disse ao Politico.

O único ponto negativo para o republicano que derrotou Hillary Clinton em 2016 é a baixa popularidade. “Se continuar a tombar, isso pode fazer uma grande diferença”, ressalvou Mark Zandi.

Apesar de uma sondagem da CNN indicar que 71% dos inquiridos consideram que o desempenho da economia norte-americana é “muito bom” ou “razoavelmente bom”, a taxa de aprovação de Trump não ultrapassa os 42%.

Isto aumenta as esperanças dos democratas de que seja possível impedir a reeleição do presidente à revelia da boa saúde da economia. “Ele é ligeiramente favorito”, concedeu ao Politico Dan Pfeiffer, que integrou o gabinete de Barack Obama, contrapondo que “tudo o que os democratas têm de fazer é mudar cerca de 100 mil votos em três estados para vencerem”.

Ler mais
Relacionadas

Donald Trump quer Brasil como aliado na NATO

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na terça-feira que deseja ter o Brasil como um aliado dentro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), organização militar comum de defesa, que conta com 29 países-membros.

Antigo CEO da Starbucks avisa que Donald Trump pode vencer eleições se concorrer contra Bernie Sanders

Howard Schultz deixou o alerta durante um festival de cinema nos Estados Unidos. “A grande maioria dos americanos não vai abraçar o socialismo”, referiu.

Dezenas de democratas à procura de um lugar para defrontar Trump

Por enquanto são nove, mas até 2020 podem chegar a 40 candidatos às primárias. Entre desconhecidos e semidesconhecidos, surgem alguns velhos conhecidos que ainda não disseram nem ‘sim’ nem ‘não’.
Recomendadas

PremiumFuturo de Espanha decide-se a partir de Estremera

Hegemonia da ERC na Catalunha pode levar a maioria absoluta de esquerda liderada pelo PSOE de Pedro Sánchez, juntando também o Unidos Podemos.

Joana e Mariana Mortágua: “Leva o Bolsonaro para ao pé do Salazar”

“Ó meu rico Santo António, ó meu santo popular, leva lá o Bolsonaro, leva lá o Bolsonaro para ao pé do Salazar”. É assim a letra da música, que envolve o presidente do Brasil, cantada pelas deputadas do Bloco de Esquerda durante uma marcha do 25 de abril. A música foi cantada na presença de Catarina Martins, de Marisa Matias e de um deputado francês. O ditador António de Oliveira Salazar morreu em 1970.

Barclays passa de lucros a prejuízos e admite mais cortes de custos

Ainda segundo os resultados hoje conhecidos as receitas caíram 2% para 5,25 mil milhões de euros de libras (6,1 mil milhões de euros à taxa de câmbio atual), o que levou o banco a admitir que terá de reforçar o cortar custos se a queda de receitas persistirem no resto do ano.
Comentários