Montepio Acredita Portugal comemora dez anos e lança programa de incubação

As inscrições para a 10ª edição do concurso estão abertas até 1 de Março de 2020.

O concurso de empreendedorismo, promovido pela associação Acredita Portugal e o Banco Montepio, que já apoiou mais de 90 mil projectos desde a sua criação, vai realizar a sua décima edição com algumas novidades.

O Montepio Acredita Portugal destina-se a qualquer pessoa com uma ideia de negócio, independentemente da idade, nível de formação e localização no território nacional, apoiando projectos promissores com know-how especializado para o seu desenvolvimento e avaliação.

A iniciativa tem como objectivos identificar, desenvolver, premiar e potenciar o lançamento de ideias e soluções de diferentes sectores e em várias categorias, como empreendedorismo social, mobilidade (Prémio Brisa Mobilidade 2020), tecnologia (Prémio K.Tech) e inovação ligada às águas (Prémio H2O Inovação by Águas de Gaia).

As inscrições já estão abertas e podem ser submetidas até dia 1 de Março de 2020, no site da Acredita Portugal.

A grande novidades deste ano é o Montepio Acredita Portugal vai ter um programa de aceleração inovador, com um período estendido de mentoria para dar uma ajuda mais especializada aos empreendedores e aumentar a probabilidade dos projectos chegarem ao mercado de forma mais sólida e com mais sucesso. O programa de aceleração será coorganizado com a CRON.STUDIO, uma empresa especializada no trabalho com startups, acelerando o seu percurso desde a ideia até um produto ready-to-market.

Além disso, haverá mais prémios do que os já habituais que visam distinguir características essenciais no contexto do empreendedorismo como a ‘ideia com mais potencial’, a ‘melhor equipa’ e a ‘maior escalabilidade’.

Fernando Amaro, director do segmento da economia social e do sector público do Banco Montepio, explica a importância do concurso: «O Montepio Acredita Portugal é um excelente veículo para potenciar o empreendedorismo. Prova da validade desta iniciativa é o facto de cumprir este ano o seu 10º aniversário, tendo já apoiado milhares de ideias ao longo do tempo. Da nossa parte, constatamos este impacto com entusiasmo, aliando-nos à Acredita Portugal de forma comprometida para dar resposta ao espírito empreendedor dos portugueses e à sua capacidade de transformação».

Uma ideia partilhada por Fernando Fraga, director de inovação da Acredita Portugal, que salienta também a relevância da iniciativa: «O espírito empreendedor que nos levou a iniciar este projecto não só se mantém como evoluiu e se consolidou. Perante esta realidade também nós tivemos de evoluir e de nos adaptar, para endereçar as necessidades actuais dos empreendedores. Acreditamos que o desígnio a que nos propomos continua a fazer sentido e que vamos continuar a fazer a diferença em projectos à procura de uma oportunidade para chegarem ao público. Vai ser muito interessante descobrir quais são as empresas vencedores desta edição do concurso Montepio Acredita Portugal».

Ler mais
Recomendadas

Portuguesas HiJiffy e Live Electric Tours vencem prémios da Organização Mundial do Turismo

As startups foram duas das premiadas da última ‘UNWTO Tourism Startup Competition’. “Recebemos propostas de mais de 150 países e, nesta segunda edição, são de empresas emergentes mais maduras. De facto, 10% das empresas que se apresentaram faturaram mais de 500 mil euros em 2018 ”, disse o CEO da Globalia, Javier Hidalgo.

“Mobilizar uma equipa com várias competências é o maior desafio das startups”, diz professor da Nova

O Programa de Empreendedorismo da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova começa esta terça-feira. Lisboa recebe Frank Rimalovski, diretor do Instituto Empreendedor da New York University, para dar ‘luzes’ aos alunos sobre como materializar uma ideia.

Passe semanal, deixar Coimbra e a independência financeira. Como a Lime mudou em 12 meses

Apostar no cliente é um dos focos da empresa para 2020, sendo o LimePass o primeiro passo, uma vez que este método faz com que o utilizador poupe metade do que está a gastar atualmente, de acordo com a Lime.
Comentários