MP investiga possível financiamento de campanha de Passos Coelho em 2015 pela Odebrecht

O trabalho do responsável de campanha do PSD em 2011 e 2015, o brasileiro André Gustavo, está a ser investigado por eventuais pagamentos da parte da Odebrecht e associados à barragem de Baixo Sabor, em Bragança

O Ministério Público está a investigar o modo de financiamento da campanha eleitoral às legislativas de 2015 do PSD, liderado à altura por Pedro Passos Coelho, noticia a Sábado em primeira mão. A investigação decorre já desde 2017, mas foi esta semana anexada ao caso EDP.

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) recebeu documentação das entidades brasileiras que aponta para pagamentos da construtora Odebrecht, envolvida no processo Lava Jato, ao principal responsável publicitário da campanha social-democrata de 2015, o brasileiro André Gustavo. A revista Sábado reporta a forma como, suspeita o Ministério Público brasileiro, a construtora brasileira terá usado a firma do publicitário em Portugal para financiar a corrida sob o falso pretexto de financiamento de obras em território nacional, nomeadamente a barragem de Baixo Sabor, no distrito de Bragança.

Recomendadas

PremiumAtaque leva Biden a regressar a uma Síria onde não foi feliz

Iniciativa da Casa Branca é a primeira ação concreta que permite avaliar qual é a política da Casa Branca para uma região fundamental na geopolítica. Mas, para já, Joe Biden ainda vive sob o fantasma do seu antigo presidente, Barack Obama.
Senado dos Estados Unidos

EUA: Senado aprova novo pacote de estímulos de 1,9 biliões de dólares

O voto duramente partidário resultou na aprovação, após longas negociações, de um novo pacote de estímulos à economia mais afetada no mundo pela Covid-19 que coloca a resposta pandémica em 4,95 biliões de euros até agora.

FBI investiga ligações entre assaltantes do Capitólio e pessoa próxima de Trump

O FBI concluiu que uma pessoa ligada à presidência norte-americana de Donald Trump terá estado em contacto com o grupo de extrema-direita “Proud Boys” dias antes do ataque ao Capitólio, notícia hoje, sábado, o The New York Times.
Comentários