Premium“Na Madeira constrói-se bem”

O diretor comecial e de marketing da Hydro Portugal aponta a necessidade de a Madeira investir na criação de unidades hoteleiras certificadas.

Orlando Sampaio é diretor comercial e de marketing da Hydro Portugal, uma empresa que desenvolve o suporte em alumínio para vidros e janelas, e elogia a capacidade arquitetónica e de engenharia na Madeira. A multinacional está presente em todos os continentes, em mais de 40 países, com uma faturação global de 12 biliões de dólares, empregando cerca de 35 mil pessoas em todo o mundo.

“Na Madeira constrói-se bem, ao contrário daquilo que se possa pensar. A Madeira tem um processo de engenharia muito bom, tem um processo de arquitetura muito bom e em termos de escolha de materiais está muito acima da média do que se pratica no continente”, afirma.

O diretor comercial e de marketing realça que os produtos desenvolvidos pela Hydro Portugal têm uma garantia de 20 anos, enquanto outras empresas não conseguem fazer o mesmo. “Ninguém dá garantias de 20 anos, as garantias que se dão são de dois ou de cinco anos. Há produtos em que nós conseguimos fazer isso, porque fazemos os produtos para durarem muito tempo”, sublinha. Como os produtos são muito duradouros, a empresa depois não tem um ciclo muito rentável, refere o diretor comercial, acrescentando que o habitual é reformarem-se as casas e os hotéis com obras e pinturas, enquanto as janelas permanecem as mesmas. “Mas nós também fazemos por isso”, realça.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 8 de novembro

Recomendadas

PremiumPresidente da Asaval: “Não é possível uma plataforma substituir um avaliador”

Dirigente afirma que “pode existir alguma tentação” dos cidadãos em recorrer a estas tecnologias para pouparem custos e ter resultados imediatos. “Conhecimento técnico de um perito não é substituível”.

PremiumMiguel Abecasis: “Negócios adjacentes à consultoria tradicional atraem talento”

O sócio gerente da BCG em Lisboa afirma que, nesta área de atividade, as melhores decisões e os maiores erros têm sempre que ver com pessoas.

PremiumUría Menéndez assessora Cofina na OPA sobre a TVI

Firmas ibéricas assessoram negócio do ano nos media em Portugal. Goméz-Acebo & Pombo apoia o grupo espanhol Prisa, que detém Media Capital.
Comentários