Nasdaq e S&P 500 fecham em queda pressionados pela subida dos títulos do Tesouro

O S&P 500 caiu 0,70% para 3.879,3o pontos e o tecnológico Nasdaq recuou 2,46% para 13.533,05 pontos. Já o Dow Jones recuperou 0,09% para 31.521,69 pontos.

Crash de 25% em Wall Street

Wall Street encerrou a primeira sessão da semana com o S&P 500 e o Nasdaq a negociar em queda, enquanto o Dow Jones recuperou e inverteu a tendência do início da sessão. A pressionar os dois índices norte-americanos está a subida dos juros dos títulos do Tesouro norte-americano, associado às preocupações sobre um aumento da inflação, enquanto o plano de vacinação regista avanços e os investidores aguardam que Joe Biden apresente o pacote de estímulos orçamentais avaliado em 1,9 biliões de dólares.

O S&P 500 caiu 0,70% para 3.879,3o pontos e o tecnológico Nasdaq recuou 2,46% para 13.533,05 pontos. Já o Dow Jones que abriu em queda, recuperou 0,09% para 31.521,69 pontos, impulsionado por ganhos de 5% na Walt Disney Co, depois da queda das ações da Boeing, na sequência da suspensão das operações “dos 69 aviões 777 em serviço e dos 59 em armazém com motores Pratt & Whitney 4000-112”.

Os rendimentos do Tesouro a 10 anos subiram 1,36%, tendo aumentado 26 pontos base desde o início de fevereiro, naquele que poderá vir a fixar-se como o maior ganho mensal em três anos. Esta terça-feira, o presidente da Reserva Federal norte-americana, Jerome Powell, irá falar perante o Senado, com os investidores atentos a possíveis pistas sobre qualquer alteração na postura do banco central.

Nas matérias-primas, o petróleo WTI sobe 3,93% para os 61,59 dólares e o Brent avança 3,54% para 64,34 dólares.

Recomendadas

PSI 20 lidera perdas nas principais praças europeias com recuo de 1,52% na última sessão do mês

Apesar do dia negro nas praças europeias, que se verificou apesar dos dados animadores relativos à economia da zona euro e a sua recuperação no segundo trimestre, a generalidade das bolsas europeias fecha o sexto mês consecutivo de ganhos.

Amazon cai mais 7% na abertura da sessão em Wall Street

Na última sessão da semana, os investidores em Wall Street negoceiam em terreno negativo num dia marcado pelo rendimento pessoal nos EUA que aumentou inesperadamente em junho e a despesa pessoal cresceu mais que o previsto. 

PSI-20 acompanha Europa no ‘vermelho’ a meio da sessão

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX recua 0,81%, o francês CAC 40 perde 0,20%, o britânico FTSE 100 cai 0,84% e o espanhol IBEX 35 que desvaloriza 1,21%.
Comentários