Nobel da Física Gérard Mourou esta semana em Portugal

O físico realiza duas conferências em Lisboa e uma terceira no Porto sobre o sistema de laser que inventou e lhe valeu o prémio da Academia Sueca.

O físico francês Gérard Mourou, um dos laureados do Prémio Nobel da Física 2018, está esta semana em Portugal a convite do Instituto Superior Técnico, em parceria com o Institut Français du Portugal, a École Polytechnique e o Pavilhão do Conhecimento-Ciência Viva.

O físico propõe-nos uma viagem pelo novo sistema de laser que inventou e as interações entre laser e matéria, com início esta terça-feira, 23 de abril, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa. A palestra pública intitulada “Passion Extreme Light” / “Paixão Extrema, Luz Extrema”  dará lugar a uma conferência para alunos do Instituto Superior Técnico, em Lisboa, na quarta-feira e a uma outra na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, na sexta-feira, 26 de abril.

Gérard Mourou recebeu o Nobel pelo seu trabalho sobre impulsos de laser muito curtos e intensos, com aplicações em cirurgias laser nos olhos, partilhando o prémio com Arthur Ashkin e Donna Strickland.

O seu palmarés inclui numerosos prémios, dos quais destacamos o Berthold Leibinger Zukunftspreis em 2016, o R. W. Wood (1995), o Willis E. Lamb (2005) e o prémio Charles Hard Townes em 2009. Em 2016 foi agraciado com a medalha Frederic Ives do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrónicos (IEEE).

Gérard Mourou é membro da Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos.

Recomendadas

Partido nacionalista propôs restringir entrada de cidadãos da UE na Suíça. Maioria votou contra

A proposta, intitulada “Iniciativa para uma Imigração Moderada”, quer que o Governo suíço suspenda um acordo bilateral existente com a UE sobre a livre circulação de pessoas e assuma o controlo total da política de imigração do país.

Nasce na Universidade de Coimbra drone ‘low cost’ para combater lixo marinho

Segundo os investigadores, estas tecnologias permitem identificar, de forma rápida, determinadas categorias de lixo marinho que aparecem na costa portuguesa.

PCP propõe aumento da prestação social para inclusão de deficientes

A deputada do PCP Diana Ferreira, em declarações à Lusa, defendeu tratar-se de uma questão de justiça, dando um “primeiro passo”, com o “alargamento na abrangência” da prestação social, para incluir “pessoas com mais de 55 anos” e “com incapacidade inferior a 60%” e que precisam desta prestação.
Comentários