Novabase e Técnico reforçam parceria que abre porta do mercado de trabalho a jovens engenheiros

Protocolo assinado esta terça-feira, 29 de setembro, entre as duas entidades prevê também o apoio da tecnológica à equipa de Formula Student do IST, que este ano vai desenvolver o primeiro carro com condução autónoma.

A Novabase e o Instituto Superior Técnico (IST) assinam esta terça-feira, 29 de setembro, o protocolo que renova a parceria que as une há três anos. A parceria abrange três campos principais, o primeiro dos quais é o “reforço da ligação da tecnológica aos jovens talentos” que saem do Técnico, apoiando-os no primeiro contacto com o mercado de trabalho.

À semelhança dos anos anteriores, o protocolo assinado entre as duas entidades prevê também o apoio à equipa de Formula Student do IST, que este ano, além de construir e competir com um novo carro elétrico, vai desenvolver o seu primeiro carro com condução autónoma.

A Novabase vai atribuir duas bolsas de estudo anuais para alunos de mestrado. Adicionalmente, serão concedidos dois prémios de mérito a grupos de alunos, no âmbito da unidade curricular de Engenharia de Software.

A parceria prevê ainda o apoio no equipamento e operação de um laboratório de computadores para uso dos alunos do Técnico por parte da tecnológica.

A parceria IST-Novabase foi uma das primeiras a ser estabelecida no âmbito da Rede de Parceiros do Técnico e é, nas palavras de Pedro Amaral, vice-presidente do Instituto Superior Técnico para as Ligações Empresariais e Operações, “um excelente exemplo de promoção das relações Universidade-Indústria”. A parceria começou formalmente em 2017.

“A captação de talento jovem e qualificado continua a ser um desafio na área das tecnologias da informação. Esta parceria é muito importante para nós, não só porque reconhecemos o IST como uma das melhores universidades de tecnologia do país, mas também porque nos permite contribuir para a formação de jovens talentos ao preencher as lacunas existentes no mercado de trabalho com o melhor do talento nacional”, destaca, por seu turno, João Nuno Bento, CEO da Novabase.

Ler mais
Recomendadas

Associação sindical pede ao Governo que ensino passe a funcionar em regime não presencial

Associação Sindical de Professores Licenciados defende que durante o confinamento geral do país, as escolas se mantenham abertas apenas para os alunos cujos pais pertencem a serviços essenciais ou para quem não têm condições para continuar o ensino em casa.

SNESup quer acesso prioritário à vacina para professores do superior

Mariana Gaio Alves, presidente do Sindicato Nacional do Ensino Superior, adiantou ao Jornal Económico que vai apelar às autoridades de saúde para considerem os docentes prioritários, devido ao facto de não se encontrarem em teletrabalho.

Sindicato Independente de Professores e Educadores: “Não concordamos com a decisão de não fechar as escolas”

O SIPE diz que o Governo optou por um “confinamento parcial”, uma vez que dois milhões de crianças e jovens continuam a circular livremente e receia que os sacrifícios económicos, psicológicos e sociais dos portugueses “de nada sirvam”.
Comentários