Novo coronavírus passa a designar-se oficialmente como Covid-19

A infeção provocada pelo novo coronavírus detetado na China passa a ter o nome oficial de “Covid-19”, decidiu hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS) no primeiro de dois dias de reunião entre cerca de 300 peritos internacionais.

A OMS decidiu usar um nome que seja pronunciável e que não remeta para uma localização geográfica específica, um animal ou grupo de pessoas para evitar estigmatizações, segundo disse em conferência de imprensa o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

O nome nasce do acrónimo em inglês da expressão “doença por corona vírus” (‘corona virus disease’).

Cientistas, investigadores e peritos de saúde pública estão a partir de hoje em Genebra (Suíça) num fórum de dois dias para debater formas de controlar e lidar com o surto do novo coronavírus detetado na China.

A reunião, que junta investigadores, peritos e responsáveis de saúde, foi convocada pela OMS, pretende coordenar os esforços para encontrar respostas para a nova epidemia.

“Aproveitar o poder da ciência é fundamental para controlar este surto. Há respostas de que precisamos e ferramentas que temos de desenvolver o mais rapidamente possível. A OMS está a desempenhar um papel de coordenação, reunindo a comunidade científica para identificar prioridades de pesquisa e acelerar o progresso”, afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, numa declaração escrita.

Na reunião, que decorre entre hoje e quarta-feira, os participantes vão discutir vários temas, como a identificação da fonte do vírus ou a partilha de amostras biológicas e sequências genéticas.

O novo coronavírus detetado na China já provocou mais de 43 mil infetados e mais de mil mortos, sendo que apenas uma das vítimas mortais ocorreu fora da China, nas Filipinas.

Ler mais
Relacionadas

Coronavírus pode atingir o pico este mês, mas Wall Street não se deixa abalar

Na abertura da sessão desta terça-feira, o S&P 500 subia 0,67%, para 3.374,40 pontos, o tecnológico Nasdaq valorizava 0,84%, para 9.709,15 pontos, e o industrial Dow Jones crescia 0,42%, para 29.401,23 pontos.

Coronavírus “poderá ter repercussões na economia global”, alerta presidente da Fed

Jerome Powell, presidente da Reserva Federal norte-americana, discursa esta tarde perante os congressistas, referiu que a instituição está a monitorizar a evolução do coronavírus. Sinalizou ainda que a política monetária atual é adequada a estimular a economia e abordou a importância de um orçamento federal sustentável no crescimento económico do longo-prazo. E fez uma revelação: o ambiente de taxas de juro baixas levou a Fed a decidir fazer uma revisão estratégica.
marcelo_rebelo_sousa_francisca_van_dunem_ano_judicial_1

PGR “deu passo importante” ao suspender diretiva do Ministério Público, diz Marcelo

O Presidente da República defendeu ser fundamental a existência de um “Ministério Público forte, coeso, com meios e em condições de prosseguir a sua missão” de combater a criminalidade, a ilegalidade e “em particular a corrupção”.
Recomendadas

Espanha regista 683 óbitos nas últimas 24 horas. Já são 15 mil desde o início da pandemia

De acordo com esta entidade governamental, Espanha já superou os 15 mil óbitos por Covid-19 (15.238 mortes no total) e tem neste momento 152.446 contagiados pela pandemia.

Economia britânica recua 0,1% em fevereiro

A contração do PIB do Reino Unido, em parte devido ao setor da construção, surpreendeu os analistas britânicos, que esperavam inclusivamente um crescimento no segundo mês do ano.

Pedro Sánchez pede à oposição a seguir exemplo de Portugal

O primeiro-ministro espanhol pediu esta quinta-feira à oposição de direita para seguir o exemplo de Portugal, onde o presidente do PSD, Rui Rio, fez um “discurso emotivo” a desejar “boa sorte” e a oferecer a sua colaboração na luta contra a covid-19.
Comentários