Número de mortos em África sobe para 19 mil 650 em mais de 927 mil casos

Em relação aos países africanos que têm o português como língua oficial, Cabo Verde lidera em número de casos (2 mil 451 casos e 23 mortos), seguindo-se Guiné-Bissau (1.981 casos e 26 mortos), Moçambique (1.864 casos e 11 mortos), Angola (1.148 infetados e 52 mortos) e São Tomé e Príncipe (871 casos e 15 mortos).

O número de mortos em África devido à Covid-19 subiu este sábado para 19 mil 650, mais 340 nas últimas 24 horas, em cerca de 927 mil infetados, segundo os dados mais recentes da pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados é de 927 mil 661, mais 18 mil 730 nas últimas 24 horas, havendo agora 580 mil 399 recuperados, mais 23 mil 704.

O maior número de casos e de mortes de Covid-19 continua a registar-se na África Austral, com 515 mil 534 infetados e 8 mil 466 óbitos.

Nesta região, só a África do Sul contabiliza 493 mil 183 infetados, tendo passado este sábado os oito mil mortos (8 mil e 5), sendo o país mais afetado no continente.

A região da África do Norte tem agora 159 mil 850 infetados, com 6 mil 647 mortos, e na África Ocidental os casos subiram para 127 mil 450, com 1.913 vítimas mortais.

Na região da África Oriental registam-se 76 mil 151 casos e 1.684 mortos e na África Central os infetados atingiram os 48 mil 676, com 940 óbitos.

O Egito é o segundo país com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, contabilizando 94 mil e 78 casos e 4 mil 805 mortos, seguindo-se a Argélia, que passou hoje os 30 mil infetados (30 mil 394) e tem 1.210 vítimas mortais.

Entre os cinco países mais afetados, estão também a Nigéria, que regista 43 mil 151 infetados e 879 mortos, e o Sudão, com 11 mil 644 casos e 720 vítimas mortais.

Em relação aos países africanos que têm o português como língua oficial, Cabo Verde lidera em número de casos (2 mil 451 casos e 23 mortos), seguindo-se Guiné-Bissau (1.981 casos e 26 mortos), Moçambique (1.864 casos e 11 mortos), Angola (1.148 infetados e 52 mortos) e São Tomé e Príncipe (871 casos e 15 mortos).

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), tem 4 mil 821 casos e 83 mortos, segundo o África CDC, com base em dados divulgados também este sábado pelo Governo local.

 

Ler mais
Recomendadas

França pede à UE que sancione os EUA por causa de disputa comercial que envolve Airbus

“Uma coisa deve ficar muito clara para todos. Se as sanções dos EUA forem mantidas e não chegarmos a um acordo global entre os Estados Unidos e a UE, o que queremos e solicitamos novamente à UE é que se deve preparar para responder com sanções também “, disse um governante francês.

Kamala Harris estreia-se em campanha: “Temos um presidente que se preocupa mais consigo do que com as pessoas”

Além das criticas a Donald Trump, Kamala Harris destacou que Joe Biden é “a única pessoa que serviu ao lado do primeiro presidente negro, e escolheu a primeira mulher negra como sua companheira”

Estados Unidos querem assinar acordo com a Eslovénia para excluir Huawei do desenvolvimento do 5G

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Eslovénia anunciou que o ministro Anze Logar vai assinar uma declaração conjunta com o secretário de Estado norte-americano “sobre a segurança da rede 5G”.
Comentários