PremiumO advogado que ensinou gerações de estudantes de Direito

Com a fundação da Cuatrecasas/Gonçalves Pereira, o advogado protagonizou uma das mais importantes fusões da advocacia ibérica. Ao longo da carreira representou o país em organismos internacionais. Faleceu no passado dia 9 de setembro, aos 83 anos.

Pontualidade britânica, sentido de humor, apreciador de arte, leitor compulsivo e melómano. Fora do escritório eram estas os principais traços e paixões de André Gonçalves Pereira, um dos mais importantes advogados portugueses, sobretudo em temas de Direito Internacional. Filho do também advogado Armando Gonçalves Pereira, goês, e de mãe francesa, Viviane Marie Delaunay, doutorou-se com 25 anos e chegou a professor catedrático aos 32, em 1970.

Depois de ter tomado as rédeas do escritório fundado pelo pai esteve à frente de boa parte do investimento estrangeiro feito em Portugal. E lidou com algumas das mudanças mais importantes do País. Por exemplo, em 1974 e 1975 não se fizeram operações, sobretudo em investimento estrangeiro. O advogado acabaria por contornar as dificuldades: vendeu os seus quadros de Dalí e Picasso para assegurar o pagamento das despesas do escritório, conforme admitiu numa entrevista ao “Expresso” publicada em 2008.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Justiça ‘reality show’

Do que aqui se trata não é da questão da violação do segredo de justiça: essa existe, todos sabemos. Aquilo a que me refiro é a processos que fruto da inércia investigatória das autoridades, acidental ou propositada, podem ser licitamente acedidos e divulgados.

MB-Advogados: “Área fiscal pode ter grande relevo porque os contribuintes estão mais atentos”

A sociedade de advogados é dirigida por João Paulo Marques e Hugo Ricardo Barradas, apresenta uma oferta transversal de serviços em várias áreas da advocacia como: contencioso; reestruturação e insolvência; direito societário; fiscal; imobiliário; laboral; propriedade material e tecnologia; e direito do desporto.

Garrigues assessora Apax na aquisição da GNB Vida

A equipa da Garrigues foi liderada por Mário Lino Dias, com a participação de José de Seabra Marcão e Inês Freire de Andrade.
Comentários