O carro mais rápido do mundo chega a 1 de novembro

Chama-se Venom F5 e provém da Hennessey Performance Engineering. Com 1500 cv, propõe-se ultrapassar as míticas 300 milhas por hora (483 km/h) e garantir o título de carro mais rápido do mundo.

A Hennessey Performance Engineering é conhecida pelos seus bólides, habitualmente derivados de modelos de produção, aos quais a emrpesa criada por John Hennessey dá o seu “toque pessoal”, como aconteceu recentemente com o The Exorcist, que pretendia superar o Dodge Demon.

Desta feita, a Hennessey parte de um chassis próprio e criado de raiz para criar o Venom F5, o “capítulo seguinte” do Venom GT, que usava componentes do chassis dos Lotus Exige e Elise. O nome do novo Venom deriva do nível máximo da escala de Fujita, que mede a escala de destruição dos tornados. No seu nível máximo, F5, os ventos dos tornados são capazes de atingir entre 420 e 512 km/h, intervalo no qual se encaixa a velocidade máxima prometida pela Hennessey para este Venom.

Relacionadas

A Dodge tem um Demon? A Hennessey criou o The Exorcist

Diretamente apontado ao “coração” do Dodge Charger SRT Demon está este The Exorcist da Hennessey Performance. Tem 1000 cv e estreia-se em Nova Iorque.

Vertiginoso: Dos 0 aos 400 km/h em 42 segundos (é o novo recorde do mundo)

O Bugatti Chiron acelerou dos 0 aos 400 km/h, travando até se imobilizar, tudo em 42 segundos. É o modelo de produção mais rápido a consegui-lo.
Recomendadas

Mercedes recolhe mais de 660 mil carros em risco de vazar óleo

A maioria dos veículos foi fabricada na China pela Beijing Benz Automotive, cerca de 12.500 foram construídos pela Fujian Benz Automotive e cerca de 36 mil foram importados.

Tesla torna-se na fabricante automóvel mais valiosa em bolsa

A empresa norte-americana de veículos elétricos superou esta quarta-feira a Toyota.

Vendas de automóveis em Portugal caem 48,2% no primeiro semestre

Junho foi o quinto mês de quedas no mercado automóvel nacional e o quarto consecutivo com uma redução superior a 50%, de acordo com a ACAP.
Comentários