OE2021: Pagamento a prestações de dívidas pode ser feito antes do processo executivo

Na votação na especialidade desta proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), o PS ficou isolado no voto contra, com os restantes partidos a votarem favoravelmente e o Chega a abster-se.

A proposta do PSD que prevê o pagamento em prestações de dívidas fiscais e contributivas antes de estas avançarem para processo executivo foi hoje aprovada no parlamento.

Na votação na especialidade desta proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), o PS ficou isolado no voto contra, com os restantes partidos a votarem favoravelmente e o Chega a abster-se.

A medida aplica-se tanto a dívidas fiscais como a taxas contributivas da Segurança Social e determina que os contribuintes que tenham deixado passar o prazo de pagamento voluntário possam requer o pagamento em prestações dos valores em causa antes de a dívida avançar para processo executivo.

“O requerimento poderá ser formalizado sem que para isso seja necessário que a cobrança dos tributos esteja em fase de processo de execução fiscal”, refere a proposta, acrescentando que os destinatários do pedido – a Autoridade Tributária Aduaneira e/ou a Segurança Social — deverão responder no prazo de 30 dias.

A ausência de resposta neste prazo “deve ser considerada como o deferimento tácito do pedido realizado”.

Recomendadas

Académicos minimizam papel da economia na decisão sobre fecho das escolas

“Eu preferia não dar ‘munições’ económicas para esse debate”, disse o professor da Universidade Católica de Lisboa João Borges de Assunção à Lusa, considerando que “o problema do encerramento das escolas é o problema na consequência da educação das crianças e dos jovens”.

Sindicatos da TAP foram avisados de que BE ia propor auditoria à gestão de Neeleman

A auditoria proposta pelo Bloco de Esquerda não será viabilizada no Parlamento. O projeto de resolução entregue pelo BE a recomendar ao Governo uma auditoria à gestão privada da TAP, não chegará a qualquer conclusão no sentido de saber quais são as efetivas responsabilidades do empresário David Neeleman na gestão da TAP e na situação financeira em que a companhia aérea se encontra.

Sines regista aumento de 13% na carga de contentores em 2020

2020 foi o “terceiro melhor resultado de sempre em termos de movimentação de contentores” em Sines, diz a administração portuária local, esclarecendo que “na carga contentorizada importa destacar o aumento do volume relacionado com o hinterland, que representa já mais de 442 mil TEU”.
Comentários