PAN assinala “noite da confirmação e da consolidação de um projeto político”

“É mais uma noite histórica, contra todas as expetativas conseguimos eleger um eurodeputado”, frisou o porta-voz e o único deputado do PAN no Parlmento, André Silva.

O deputado na Assembleia da República e porta-voz do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva, afirmou este domingo que o seu partido vive a “noite da confirmação e da consolidação de um projeto político feito desde 2011”, após a inesperada eleição de Francisco Guerreiro como eurodeputado ao Parlamento Europeu.

“É mais uma noite histórica, contra todas as expetativas conseguimos eleger um eurodeputado”, frisou o único deputado do PAN no Parlmento.

Na reação do PAN à eleição de Francisco Guerreiro, André Silva, disse que o voto dos eleitores no PAN reflete a postura dos tradicionais partidos portugueses que “continuam de costas voltadas para os cidadãos” e em “guerrilha política”.

O também porta-voz do PAN acredita que a eleição de um eurodeputado para Bruxelas serve como balanço para as eleições legislativas de outubro deste ano: “[Espero que] daqui a quatro meses consigamos continuar a fazer este trabalho de chamar as pessoas para a urna, chamar as pessoas a votar”.

André Silva defendeu também que se estabeleceu “um novo paradigma” e garantiu que o “PAN não é uma moda”, argumentando depois que só “o PIB não pode estar no centro do debate político”.

“Há cada vez mais pessoas a ver que temos respostas”, salientou.

 

Recomendadas

Eleições Autárquicas. PS admite perder entre dez a 15 câmaras

Socialistas admitem cenário nas eleições do próximo domingo, onde contam ficar com um total de 155 câmaras, mostrando-se confiantes de que podem conquistar duas autarquias lideradas historicamente pelo Partido Social Democrata: Portalegre e Viseu.

Regulador americano autoriza terceira dose da Pfizer para idosos e adultos de risco (com áudio)

A Food and Drug Administration (FDA) anunciou que os adultos com mais de 65 anos podem receber a terceira dose da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech, desde que seis meses após a segunda dose. A autorização estende-se ainda a adultos que estejam em risco elevado de contrair complicações severas após a infeção.

Miguel Gouveia diz que votar na Coligação Confiança é a “garantia da liberdade que se vive e sente” no Funchal

O candidato da Coligação Confiança considerou que no próximo fim-de-semana, “estaremos à altura da confiança dos funchalenses, porque ninguém quer voltar para trás, ninguém quer voltar a um passado de má memória, em que esta Câmara era um mau exemplo para todas as Câmaras do país, em termos financeiros, urbanísticos, na causa animal, na igualdade e na sustentabilidade e, acima de tudo, era um mau exemplo na liberdade que deve caracterizar o poder local autónomo”.
Comentários