Premium“Pandemia estimulou inovação de todo o sector da saúde”

Sónia Ferreira Santos, responsável pela área de saúde na Accenture Portugal, explica ao JE como a pandemia acelerou a inovação no sector. Novas formas de acompanhamento do doente vieram para ficar. Estratégias das organizações de saúde vão mudar.

A pandemia da Covid-19 foi declarada há mais de um ano e, desde então, que a resiliência dos sistemas e serviços nacionais de saúde são colocados à prova todos os dias, em todo o mundo. Isto porque as unidades de saúde procuram garantir uma resposta robusta aos doentes Covid-19, ao mesmo tempo que têm de reinventar mecanismos de ação junto dos doentes não Covid-19.

Resultado? Apesar dos constrangimentos e das situações limite, provocadas pelo contexto pandémico em diferentes momentos, impactando na capacidade de resposta dos profissionais de saúde e das unidades hospitalares, “a pandemia estimulou um grande esforço de inovação de todo o sector da saúde, abrindo-se caminho para uma adoção rápida das novas tecnologias de informação”, de acordo com as declarações da associate director da área de saúde e administração pública da Accenture Portugal, Sónia Ferreira Santos, ao Jornal Económico.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumPLMJ e Abreu assessoram negócio com a Sirplaste

SCG Chemicals comprou posição na empresa de plásticos.

Premium“Estamos num momento definidor para o futuro da advocacia”

Managing partner da VdA diz que o sector enfrenta “enormes desafios”, incluindo a digitalização e o novo contexto regulatório. Movimentos de consolidação fazem sentido, mas “egos” dificultam, afirma.

Advogado de donos de casas no Zmar interpõe providência cautelar contra requisição

Segundo o causídico, entre os argumentos a contestar a fundamentação da requisição temporária do Zmar Eco Experience decidida pelo Governo está o facto de, “no documento” do executivo, este “dizer que dialogou com os proprietários”.
Comentários