Patrões e Fectrans chegaram a acordo “histórico”. Governo tem a última palavra

A ANTRAM e a Fectrans vão agora prosseguir as negociações com o Ministério das Infraestruturas.

Após a prolongada reunião de hoje entre a ANTRAM – Associação dos Transportadores Rodoviários Públicos de Mercadorias e a Fectrans, federação sindical filiada na CGTP, deu mais um passo no sentido do acordo entre as duas partes.

Ao final da reunião que teve hoje lugar, como o Jornal Económico avançou em primeira mão, quer André Matias de Almeida, representante da ANTRAM, quer José Manuel Oliveira, coordenador da Fectrans, estiveram sintonizados.

“Chegámos a um documento histórico, que precisa agora de acompanhamento governamental”, disse há minutos André Matias de Almeida.

O representante da ANTRAM adiantou que “conseguimos construir este entendimento após algumas pontes de entendimento”.

Por seu turno, José Manuel Oliveira que “evoluímos num conjunto de matérias”.

“Há coisas que só poderemos referir depois do documento trabalhado”, revelou o coordenador da Fectrans, assegurando que as próximas horas serão de reunião com o Ministério das Infraestruturas.

Relacionadas
gasolina_combustiveis_greve_motoristas

Fectrans reúne com Antram. Por que é que a estrutura sindical não se juntou à greve?

A Fectrans, filiada na CGTP, não aderiu à greve dos motoristas de mercadorias e matérias perigosas e, esta quarta-feira, vai retomar negociações com a entidade patronal Antram.
greve_motoristas_matérias_perigosas_2

Associados da Fectrans retomam negociações com Antram às 14h00

A reunião estava marcada para esta manhã, às 9h30, mas acabou por ser adiada para a parte da tarde. O coordenador da Fectrans, José Manuel Oliveira, duvida que possa ser alcançado um acordo já esta quarta-feira.

Pedro Nuno Santos contrapõe greve às negociações ANTRAM/Fectrans

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, contrapôs hoje as negociações em curso entre a ANTRAM e a Fectrans com a greve no setor do transporte de matérias perigosas, durante declarações à TVI.
Recomendadas

Demora de conclusões sobre eventos-piloto não é por erro técnico, garante DGS

Numa declaração enviada à agência Lusa, a DGS afirmou que “os trabalhos de monitorização de potenciais casos de infeção de SARS-CoV-2, após a assistência aos eventos culturais piloto de abril e maio, estão ainda em conclusão”.

Um em cada quatro portugueses tem a vacinação completa. Foram administradas perto de 7 milhões de doses

De acordo com o relatório da Direção-Geral de Saúde, 25% da população já está totalmente vacinada. Mais de 4,3 milhões de portugueses aguardam pela segunda toma.

AstraZeneca admite que tratamento com anticorpos não provou eficácia

“O ensaio não atingiu o objetivo principal de prevenir casos sintomáticos de covid-19 após a exposição” ao vírus SARS-CoV-2, adiantou o grupo farmacêutico anglo-sueco em comunicado.
Comentários