Patrões e Fectrans chegaram a acordo “histórico”. Governo tem a última palavra

A ANTRAM e a Fectrans vão agora prosseguir as negociações com o Ministério das Infraestruturas.

Após a prolongada reunião de hoje entre a ANTRAM – Associação dos Transportadores Rodoviários Públicos de Mercadorias e a Fectrans, federação sindical filiada na CGTP, deu mais um passo no sentido do acordo entre as duas partes.

Ao final da reunião que teve hoje lugar, como o Jornal Económico avançou em primeira mão, quer André Matias de Almeida, representante da ANTRAM, quer José Manuel Oliveira, coordenador da Fectrans, estiveram sintonizados.

“Chegámos a um documento histórico, que precisa agora de acompanhamento governamental”, disse há minutos André Matias de Almeida.

O representante da ANTRAM adiantou que “conseguimos construir este entendimento após algumas pontes de entendimento”.

Por seu turno, José Manuel Oliveira que “evoluímos num conjunto de matérias”.

“Há coisas que só poderemos referir depois do documento trabalhado”, revelou o coordenador da Fectrans, assegurando que as próximas horas serão de reunião com o Ministério das Infraestruturas.

Ler mais
Relacionadas
gasolina_combustiveis_greve_motoristas

Fectrans reúne com Antram. Por que é que a estrutura sindical não se juntou à greve?

A Fectrans, filiada na CGTP, não aderiu à greve dos motoristas de mercadorias e matérias perigosas e, esta quarta-feira, vai retomar negociações com a entidade patronal Antram.
greve_motoristas_matérias_perigosas_2

Associados da Fectrans retomam negociações com Antram às 14h00

A reunião estava marcada para esta manhã, às 9h30, mas acabou por ser adiada para a parte da tarde. O coordenador da Fectrans, José Manuel Oliveira, duvida que possa ser alcançado um acordo já esta quarta-feira.

Pedro Nuno Santos contrapõe greve às negociações ANTRAM/Fectrans

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, contrapôs hoje as negociações em curso entre a ANTRAM e a Fectrans com a greve no setor do transporte de matérias perigosas, durante declarações à TVI.
Recomendadas

Alemanha regista maior número de novos casos desde 1 de maio

O número de novos casos da Covid-19 na Alemanha continua a aumentar com 1.449 infeções detetadas nas últimas 24 horas, o valor mais alto desde 1 de maio, de acordo com o Instituto Robert Koch (RKI).

Reino Unido põe em quarentena quem viajar de França e Holanda

Boris Johnson assume que o seu governo não vai permitir que a população do Reino Unido “volte a ser infetada ou que a doença volte”. A 24 de julho, o governo britânico já tinha decidido aplicar uma quarentena de 14 dias para quem venha de Portugal e Espanha, em resposta ao aumento diário de pessoas infetadas.

Hospital de São Martinho tem robô que usa lâmpadas ultravioletas contra a Covid-19

Segundo os responsáveis, o robot consegue fazer a desinfecção do ar e de superfícies com eficiência de até 99,9%.
Comentários