Pedaços de Cacau: novas e doces tentações de chocolate

Foi esta semana, na passada quarta-feira, que decorreu o lançamento oficial da marca de chocolates e bombons ‘Pedaços de Cacau’, no Hotel Pestana Vintage, na Ribeira do Porto, mas os produtos já estão disponíveis há cerca de três anos, embora de uma forma ainda pouco uniforme à escala nacional.

A Pedaços de Cacau proporciona delícias doces, autênticos pecados de cacau. São tabletes, bombons e lollypops com uma percentagem de cacau acima da média, ou seja, com um mínimo de 54%, elaborados de uma forma exclusivamente artesanal. O projeto nasceu da vontade de Raquel Lima, uma engenheira florestal que sempre quis ser empresária. Após um workshop, Raquel Lima decidiu aplicar as técnicas aprendidas. Apesar de ao início ser apenas um hobby, que permitia oferecer prendas artesanais e personalizadas aos amigos no Natal, esta opção viria a mudar por completo a sua vida e rapidamente se transformou numa alternativa de negócio e de carreira, beneficiando da qualidade dos produtos.

Raquel Lima avançou depois para o registo da marca, tendo a atividade sido muito alavancada pela atribuição do selo “Portugal Sou Eu”, o que lhe permitiu dedicar-se de forma exclusiva à Pedaços de Cacau desde o início deste ano. E os prémios não tardaram. Um deles foi para a tablete de chocolate com laranja e noz, que ganhou há pouco tempo a distinção de prata no concurso nacional de chocolates tradicionais 2017. A Pedaços de Cacau reclama que neste, como nos restantes produtos da empresa, manifesta a sua preocupação com a natureza e a sustentabilidade, utilizando, por isso, o chocolate belga proveniente de cacau plantado através de práticas sustentáveis na África Ocidental.

Para a nova empresária Raquel Lima, “é a qualidade do chocolate, a política de responsabilidade ambiental e a forma original como misturo os sabores e texturas que fazem da Pedaços de Cacau uma marca distinta”. A tablete que aqui apresentamos é uma mera sugestão: o leitor pode escolher bombons de limão, de mel, de caramelo ou de laranja; ou ainda tabletes de pimenta-rosa, amêndoa e coco, gengibre e canela, hortelã-pimenta, malagueta e flor de sal, entre outros produtos tentadores.

Recomendadas

Maria Isilda Ribeiro. A costureira portuguesa que coseu a bandeira americana que está na Lua há 50 anos

Um dia chegou a encomenda ‘espacial’ para ser hasteada na Lua, a que “faltava coser as bainhas, a dobra para a haste e fazer alguns remates”, recorda a costureira portuguesa no 50º aniversário da chegada do homem à Lua.

Figuras públicas: Aqueles que por vezes superam Ronaldo sem serem Messi

O capitão da Seleção Nacional tem uma liderança destacada no estudo “Figuras Públicas e Digital Influencers 2019” da Marktest, mas há quem esteja à sua frente em alguns dos atributos considerados essenciais para campanhas publicitárias. Tal como não lhe faltam ‘concorrentes’ mais adequados para darem a cara por determinados produtos. Cristina Ferreira, Manuel Luís Goucha, Sara Sampaio ou Ricardo Araújo Pereira aproximam-se de Ronaldo nas preferências dos consumidores portugueses.

Boris Johnson: de erro em erro até à enorme vitória final?

O mais do que provável futuro primeiro-ministro britânico tem uma série de caraterísticas que, em circunstâncias normais, o afastariam do número 10 de Downing Street. Mas só um enorme escândalo lhe retirará a chave da porta.
Comentários