PremiumPedro Gouveia Alves: “Enquanto cidadãos devemos defender Portugal na UE”

Presidente do Montepio Crédito considera que a adesão à União Europeia trouxe “mais benefícios do que riscos” e ajudou Portugal durante a crise.

O presidente do Montepio Crédito, Pedro Gouveia Alves, considera que se Portugal não pertencesse à União Europeia (UE) dificilmente ultrapassaria a crise financeira, que obrigou à entrada da troika no país. Pedro Gouveia Alves lembra que cerca de dois terços das exportações portuguesas vão para Estados-membros e defende que Portugal tem beneficiado muito dos acordos comunitários.

“Enquanto cidadãos e gestores devemos pautar-nos pela defesa de Portugal na UE e de Portugal a participar ativamente nas estruturas europeias”, afirmou Pedro Gouveia Alves, no mais recente debate do ciclo de conversas mensais “30 a 3”, promovido pelo Jornal Económico e pelo Montepio Crédito, que teve como convidada a eurodeputada do PSD Cláudia Monteiro Aguiar.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Conferência debate formas de construir e promover a marca Portugal

“Portugal é um bom produto, que consegue conciliar vários produtos: tradicionais (as pessoas), os que a geografia física nos deu (o clima), bem como outros de modernidade (a inovação)”, garante Carlos Sezões, coordenador do ‘think-thank’ Portugal Agora.

PremiumPortugal precisa de se afirmar para compensar cortes nos fundos europeus

Eurodeputada Cláudia Monteiro Aguiar acredita que a saída do Reino Unido da União Europeia vai obrigar a cortes nas verbas destinadas à coesão. Portugal pode sofrer e terá de encontrar novas formas de se afirmar.

Brexit vai influenciar Orçamento da UE e condicionar fundos de coesão, defende eurodeputada Cláudia Monteiro Aguiar

A eurodeputada social-democrata Cláudia Monteiro Aguiar indica que o Brexit dominou as discussões europeias nos últimos anos e obrigou a “colocar em segundo plano” outras questões importantes para a UE, como os transportes, turismo e alterações climáticas.
Comentários