Pequim tira o trono a Nova Iorque e torna-se a cidade com mais multimilionários do mundo

A cidade de Nova Iorque, que liderou a lista nos últimos sete anos, foi destronada com uma diferença de um único multimilionário, apresentando um total de 99 grandes fortunas. Porém, os Estados Unidos continuam a ser o país com mais ricos e património.

Pequim é a cidade com mais multimilionários do mundo, revela a lista da “Forbes” que analisa as fortunas mundiais. De acordo com a lista da publicação, a capital chinesa contabiliza em 2021 um total de 100 multimilionários, tendo sido adicionados 33 novos ricos no ano passado.

A cidade de Nova Iorque, que liderou a lista nos últimos sete anos, foi destronada com uma diferença de um único multimilionário, apresentando um total de 99 grandes fortunas.

A lista da Forbes adianta ainda que a chegada recorde de 493 novos ricos no mundo significa que a cada 17 horas se cria um novo multimilionário.

A China aproveitou a pandemia da Covid-19 para melhorar as empresas de tecnologias, o que elevou o mercado de ações ao longo do último ano e criando novos milionários. Apesar de Pequim deter mais um milionário que a cidade que nunca dorme, o património líquido combinado dos multimilionários de Nova Iorque soma 80 mil milhões de dólares (67,3 mil milhões de euros), sendo superior ao valor apresentado por Pequim.

Numa análise da “BBC” para mostrar a diferença entre as fortunas está Zhang Yiming, em Pequim, e Michael Bloomberg, em Nova Iorque. Yiming é o fundador da aplicação TikTok e presidente-executivo da empresa que a detém, ByteDance, tendo o seu património estabelecido em 35,6 mil milhões de dólares (29,9 mil milhões de euros), enquanto Bloomberg soma uma fortuna de 59 mil milhões de dólares (49,6 mil milhões de euros).

Além dos novos milionários em Pequim, também a restante China, nas quais se incluem Hong Kong e Macau, viram a lista aumentar com a chegada de 210 novas fortunas. Assim, a China foi o país que mais acrescentou milionários à lista. Sabe-se que a maior parte das fortunas foi proveniente dos empreendimentos de manufaturação e de tecnologia, enquanto Kate Wang lucrou com os cigarros eletrónicos.

No entanto, os Estados Unidos ainda são o país com mais multimilionários, contabilizando um total de 724 fortunas, enquanto a China fica atrás com 698. A Índia tem o terceiro maior número de novos ricos, com 140.

O fundador e CEO da plataforma de comércio online Amazon, Jeff Bezos, continua a ser a pessoa mais rica do mundo, assegurando o título pelo quarto ano consecutivo, apesar de durante seis semanas ter perdido o título para Elon Musk. Bezos soma um património de 191,4 mil milhões de dólares (161,03 mil milhões de euros).

Ler mais
Recomendadas

Joe Biden prepara novos impostos sobre o capital

O também chamado imposto sobre os ricos pode colocar sérios riscos sobre os investimentos dos norte-americanos. Mal se soube do caso, não confirmado, Wall Street entrou em stress.

Israel: Netanyahu tenta apoios para a eleição direta do primeiro-ministro

O ainda primeiro-ministro não desiste de ‘inventar’ cenários para se manter no poder. Desta vez, está a tentar encontrar apoio para a eleição direta do primeiro-ministro.

Jair Bolsonaro acredita que o Brasil vai alcançar neutralidade carbónica em 2050

Esta é a meta mais ambiciosa estabelecida pelo líder de extrema direita que parece ter mudado a sua posição relativamente à crise climática.
Comentários