PremiumPeugeot 5008: Leão termina o ano em grande

O brand manager da marca, Jorge Tomé, frisou que o produto “quer ser uma referência”.

O gigante 5008 foi aprimorado e incorporou toda a tecnologia disponível no mercado. A apresentação do mais recente modelo revela alguns detalhes a nível de design – caso da nova grelha sem moldura, novos para-choques e uma traseira com a tecnologia 3D full LED – mas é a tecnologia do i-Cockpit e as novas funções de segurança e ajudas à condução que fazem a diferença. O brand manager da marca, Jorge Tomé, frisou que o produto “quer ser uma referência”.

As apresentações foram feitas num teste dinâmico e incluíram o 3008, que passou a oferecer um plug-in hybrid de 225 cavalos e tração às duas rodas com uma autonomia de 56 quilómetros em ciclo WLTP, que se junta ao hybrid 4 de 300 cavalos. Quer o modelo 3008, quer o 5008, estão no segundo escalão de tributação autónoma.

De regresso ao 5008, com o qual fizemos um breve teste dinâmico, usámos o motor a gasolina de 3 cilindros de 1,2 litros com 130 cavalos e caixa automática de oito velocidades. O fabricante tem ainda disponível o mesmo modelo com transmissão manual e ainda um quatro cilindros de 1,5 litros e 180 cavalos.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumFiat 500 X Sport. O pequeno ‘crossover’ que é um grande carro

Com uma notável eficácia a nível de motorização, uma aerodinâmica pouco comum e uma estabilidade ímpar para um pequeno crossover de cinco portas, o Fiat 500 X Sport conta com fãs incondicionais.

PremiumFragmentado tinto e branco: Fragmentos graníticos do Cima-Corgo

A ideia foi “criar um topo de gama que melhor refletisse a concentração das nossas vinhas centenárias” – é assim que o enólogo Luís Leocádio sintetiza a motivação para produzir e lançar no mercado nacional os vinhos Fragmentado, da produtora Titan of Douro.

PremiumJake Angeli: O (estranho) rosto da conspiração contra a América que tem chifres a enfeitar a cabeça

Repetente na defesa de Donald Trump e adepto da QAnon, o homem de 33 anos encontra-se entre os detidospor terem invadido o Capitólio após o ainda presidente incitar os apoiantes a defenderem a ‘verdade’ eleitoral. É a América no seu melhor. Ou no pior, depende.
Comentários