Portugal ganhou 81 novos hotéis em 2018: metade em Lisboa e no Porto

No total foram 81 as unidades hoteleiras que entraram em processo de licenciamento, menos três do que em 2017. Entre 2015 e 2018 contabilizaram-se 256 projetos hoteleiros em licenciamento.

No último ano entraram em processo de licenciamento 81 novos projetos hoteleiros em Portugal, menos três unidades face a 2017, de acordo com dados da Confidencial Imobiliário, no âmbito da análise ao Pipeline Imobiliário.

Este número de novas unidades hoteleiras lançadas em 2018, aumentam os projetos de hotéis que entraram em licenciamento entre 2015 e 2018 para as 256 unidades. Nos últimos quatro anos, as Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto revelaram-se como os principais destinos de investimento em novos hotéis (com 35% e 25%, respetivamente, das unidades em carteira).

Já a região do Algarve registou uma quota de 7%, praticamente duplicada pelas zonas Centro e Norte, com pesos de 15% e 13%, com o Alentejo a ter apenas 5%.

A nova oferta em carteira contabilizada em 2018 distribui-se por 37 concelhos, novamente com Lisboa e Porto como os principais destinos deste novo investimento, registando, respetivamente, 19 e 21 unidades. Além destas duas cidades só Cascais (3), Coimbra (2) e Alcácer do Sal (2) apresentaram um pipeline com mais de uma unidade a entrar em licenciamento, no último ano

Ao nível da dimensão dos hotéis em pipeline, os dois maiores a entrar em processo de licenciamento no último ano tiveram uma área ligeiramente acima dos 15 mil metros quadrados, estando situados em Grândola (Carvalhal) e Gaia. Somente outras três unidades têm uma área superior a 10 mil metros quadrados, a maior das quais, com 11.500 metros quadrados, estando situadas em Lisboa (2) e Cascais.

Das unidades contabilizadas no ano passsado, 13 têm entre cinco mil e 10 mil metros quadrados, situando-se a maioria da oferta (três quartos), abaixo dos cinco mil metros quadrados, das quais mais de metade têm áreas inferiores a dois mil metros quadrados.

Ler mais
Recomendadas

Euribor mantêm-se a três e doze meses e sobem a seis meses

As taxas Euribor mantiveram-se esta terça-feira a três e doze meses e subiram a seis meses em relação a quinta-feira.

Sonae Sierra poupou 25 milhões em 2018 com gestão sustentável

A empresa gestora de centros comerciais diz ter cumprido no ano passado 86% dos seus objetivos de sustentabilidade.

Câmara de Lisboa discute Regulamento Municipal do Alojamento Local na sexta-feira

De acordo com o regulamento, ao qual a agência Lusa teve acesso, são consideradas áreas de contenção absoluta “as zonas turísticas homogéneas que apresentem um rácio entre estabelecimentos de alojamento local e número de fogos de habitação permanente que seja superior a 20%”.
Comentários