Portugal regressa ao mercado na quarta-feira para um leilão de dívida a curto prazo

Tesouro realiza esta quarta-feira um leilão duplo de dívida a três e onze meses, com um um montante indicativo global entre 1.000 milhões e 1.250 milhões de euros.

Cristina Bernardo

O IGCP – Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública realiza esta quarta-feira, dia 19 de fevereiro, um leilão duplo de dívida a três e onze meses.

“O IGCP, E.P.E. vai realizar no próximo dia 19 de fevereiro pelas 10:30 horas dois leilões das linhas de BT com maturidades em 15 de maio de 2020 e 15 de janeiro de 2021”, explica a instituição liderada por Cristina Casalinho em comunicado, divulgado esta sexta-feira.

O leilão tem um um montante indicativo global entre 1.000 milhões e 1.250 milhões de euros.

Segundo o programa de financiamento para 2020, o Tesouro explica que o montante das necessidades de financiamento líquidas do Estado no ano de 2020 deverá situar-se em cerca de 9,5 mil milhões de euros, com 1,3 mil milhões de euros através de dívida a curto prazo.

No primeiro trimestre, o IGCP prevê angariar até 4.500 milhões de euros na emissão de dívida a curto prazo, tendo um outro leilão duplo previsto para 18 de março. Em janeiro, Portugal pagou taxas mais negativas do que no último leilão para emitir Bilhetes do Tesouro (BT) a seis e 12 meses. Num leilão duplo, emitiu 1.750 milhões de euros, o montante máximo pretendido. O Tesouro colocou 1.250 milhões de euros em dívida a 12 meses, tendo pago uma taxa média ponderada de -0,482% e nas BT a seis meses emitiu 500 milhões de euros, com uma yield de -0,487%.

Recomendadas

Processamento de vistos nacionais volta a estar disponível

O Ministério dos Negócios Estrangeiros confirmou ainda que o serviço para pedidos de visto nacionais pode ser feito nas “línguas portuguesa, inglesa, francesa, russa e ucraniana”

“Julho evidencia travagem na recuperação das viagens e do turismo”, alerta a EY/Parthenon

A quarta edição do “Caderno de Notas” da EY/Parthenon, sobre “A crise económica da Covid-19” – divulgada esta sexta-feira, 7 de agosto – um trabalho elaborado com a supervisão e direção científica de Augusto Mateus, strategic consultant da EY Portugal, traça a análise da crise económica ao quinto mês da pandemia.

UEFA mantém restrições ao FC Porto no âmbito do fair-play financeiro

Entre as limitações está o número de jogadores inscritos na Lista A (a que inclui os jogadores principais inscritos nas provas europeias), bem como outras restrições a jogadores recém-transferidos.
Comentários