Portugueses pedem 3000 milhões emprestados para comprar carro

O crédito automóvel atingiu um valor recorde em Portugal.

Handover of car keys in a dealership

Os portugueses endividaram-se em quase 3000 milhões de euros para comprar automóveis no ano passado. É um valor recorde de novos empréstimos para compra de carros, sobretudo usados, avança hoje o “Jornal de Notícias”.

Até ao final de novembro, o montante de novo crédito automóvel contratado em Portugal somava 2,8 mil milhões de euros. Ou seja, por dia, os portugueses pediram oito milhões de euros para adquirir transporte. Ao todo, foram realizados 200 mil novos contratos de crédito automóvel só em 2018.

No final de setembro, segundo o mesmo jornal, um total de 830 mil famílias deviam 6,1 mil milhões de euros em crédito automóvel, o valor mais alto de sempre. Um fenómeno possivelmente motivado por consumidores mais otimistas graças ao baixo nível de desemprego e crescimento económico do país.

Recomendadas

Monte da Ravasqueira: Das adegas alentejanas para as mesas da China e dos EUA

Negócio de vinhos do Grupo José de Mello isolou as exportaçõese a criação de valor como vetores de desenvolvimento. No ano passado,o volumede negócios disparou 30%e a tendência mantém-se positiva em 2019.

Clientes são os vencedores do ‘confronto’ entre FinTech e a banca

Com a aposta no digital, a banca segue o exemplo das FinTech em identificar soluções para resolver as exigências dos clientes.

Portugal e Cabo Verde no topo da liberdade de imprensa

Os Repórteres Sem Fronteiras referem que, “apesar de os jornalistas serem mal pagos” e haver mais “insegurança no trabalho”, em Portugal, “o ambiente investigativo é relativamente calmo”. De Cabo Verde exaltam a “ausência de ataques” a estes profissionais.
Comentários