Portugueses pedem 3000 milhões emprestados para comprar carro

O crédito automóvel atingiu um valor recorde em Portugal.

Handover of car keys in a dealership

Os portugueses endividaram-se em quase 3000 milhões de euros para comprar automóveis no ano passado. É um valor recorde de novos empréstimos para compra de carros, sobretudo usados, avança hoje o “Jornal de Notícias”.

Até ao final de novembro, o montante de novo crédito automóvel contratado em Portugal somava 2,8 mil milhões de euros. Ou seja, por dia, os portugueses pediram oito milhões de euros para adquirir transporte. Ao todo, foram realizados 200 mil novos contratos de crédito automóvel só em 2018.

No final de setembro, segundo o mesmo jornal, um total de 830 mil famílias deviam 6,1 mil milhões de euros em crédito automóvel, o valor mais alto de sempre. Um fenómeno possivelmente motivado por consumidores mais otimistas graças ao baixo nível de desemprego e crescimento económico do país.

Recomendadas

Turcos do grupo Yilport querem Leixões perto da capacidade de Sines

Robert Yildirim, patrão do operador portuário Yilport – o segundo maior europeu -, vai aumentar a capacidade do terminal sul de Leixões para 670 mil TEU e quer ter um milhão de TEU no terminal norte.

Trabalhadores do Montepio temem que instabilidade se reflita nos resultados anuais

A Comissão de Trabalhadores refere-se às “sucessivas alterações” nos órgãos sociais do Banco Montepio. Os trabalhadores queixam-se ainda do modelo de progressão de carreiras e querem ser envolvidos no Plano de Transformação anunciado por Carlos Tavares.

CMVM, Banco de Portugal e ASF na nova autoridade de resolução

A reforma da supervisão financeira inclui a criação de uma autoridade de resolução bancária que vai ter na administração dois membros do BdP, um da CMVM, um da ASF e um quinto, que virá de fora.
Comentários