Praia e Madrid vão assinar protocolo de cooperação para cidade “mais inclusiva”

Os municípios cabo-verdiano e espanhol vão ratificar o acordo ainda em março.

@ Inforpress

A Câmara Municipal de Praia, em Cabo Verde, e a de Madrid, em Espanha, vão assinar, no final deste mês de março, um acordo de cooperação que visa ajudar o município cabo-verdiano a implementar projetos para uma cidade mais inclusiva.

A informação foi avançada pelo presidente da Câmara Municipal de Praia, Óscar Santos, em declarações à imprensa à margem do workshop “Economia social e solidária no âmbito do Desenvolvimento Económico Local (DEL)”, no quadro do processo de elaboração dos Planos Estratégicos Municipais de Desenvolvimento Sustentável (PEMDS).

“Temos uma experiência interessante com a câmara de Madrid e vamos assinar no final do mês um acordo de cooperação que nos irá ajudar a implementar tudo o que é necessário para uma cidade mais inclusiva e de paz”, disse o autarca aos jornalistas, no concelho da Praia.

O município da Praia, segundo afirmou Óscar Santos, faz parte desta rede em que apresentou a experiência de Fonton sobre cidade inclusiva.

Recomendadas

Banco Africano aprofunda previsão de recessão para até 3,4% este ano

O banco estima agora uma recessão de 1,7% até 3,4%, dependendo do cenário médio ou mais gravoso, e uma recuperação de entre 2,4% a 3% no próximo ano.

Empresário Alex Saab regressa a cadeia no Sal por razões de segurança

Alex Saab, detido em Cabo Verde a pedido dos Estados Unidos, que o consideram testa-de-ferro do Nicolás Maduro, foi transferido para a prisão na ilha do Sal, alegando o tribunal razões de segurança.

Pandemia corta 4 milhões de euros aos órgãos de soberania em Cabo Verde

Os cortes previstos na proposta de Orçamento Retificativo afetam a Assembleia Nacional, o gabinete do primeiro-ministro e a Presidência da República, ao nível de dotações provisionais relativas a pessoal, “suspendendo os concursos de recrutamento não efetivados, bem como horas extras”, mas também nos gastos com combustíveis e outras despesas “de caráter não obrigatório”.
Comentários