Presidente da Guatemala impedido de entrar na Venezuela

O democrata e recém-eleito presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, deveria encontrar-se com o líder da oposição, Juan Guaidó.

O presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei afirmou que a sua entrada na Venezuela foi negada este sábado, onde deveria ter-se encontrado com o líder da oposição Juan Guaidó, conta a agência “Reuters”.

Alejandro Giammattei, um conservador que conquistou a presidência do país da América Central em agosto, aterrou no aeroporto internacional Simon Bolivar, perto da capital Caracas, mas “as autoridades do regime estão a impedir a sua entrada”, informou um porta-voz de Juan Guaidó.

Juan Guaidó, que lidera a Assembleia Nacional controlada pela oposição da Venezuela, foi reconhecido como líder legítimo do país por dezenas de outras nações em janeiro, depois de invocar a constituição para assumir a presidência interina, argumentando que a releição do presidente Nicólas Maduro em 2018 era ilegítima.

“Esta é uma mensagem para o presidente Guaidó: estamos consigo. Mesmo que eles não nos deixem entrar, faremos a nossa voz ser ouvida hoje em todo o continente ”, afirmou Alejandro Giammattei num vídeo filmado dentro avião e colocado por Juan Guaidó na sua conta da rede social Twitter.

Mais tarde, Alejandro Giammattei twittou que havia desembarcado no Panamá sem incidentes. A oposição venezuelana acusou também o governo de Nicolás Maduro de convidar narcotraficantes a visitarem o país.

Recomendadas

UGT espanhola propõe um ano de teletrabalho para funcionários do Estado

Sindicato pretende regular o regime de trabalho com uma negociação coletiva. Após o confinamento, mais de metade dos funcionários públicos retomaram o trabalho de forma presencial.

EUA vão pagar 1,4 mil milhões de euros para Novavax desenvolver 100 milhões de vacinas da Covid-19

O governo dos EUA decidiu apostar e confiar na Novavax, uma empresa do estado do Maryland que nunca colocou um produto no mercado.

Jair Bolsonaro está infetado com o novo coronavírus

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta terça-feira que está infetado com o novo coronavírus, um dia depois de relatar sintomas e realizar um teste num hospital Militar, em Brasília.
Comentários