Presidente eleito do Conselho Europeu em Lisboa na quinta-feira

O presidente eleito do Conselho Europeu, Charles Michel, visita Lisboa na quinta-feira e reúne-se com António Costa, anunciou o gabinete do primeiro-ministro.

António Costa e Charles Michel, que sucede a Donald Tusk a 01 de dezembro, vão nomeadamente abordar o novo ciclo europeu, com uma nova Comissão e um novo Parlamento escolhidos na sequência das eleições europeias de maio, e a próxima presidência portuguesa da União Europeia (UE), no primeiro semestre de 2021.

Os dois responsáveis deverão também abordar os temas do próximo Conselho Europeu, marcado para 17 e 18 de outubro e que tem como temas principais o processo de saída do Reino Unido da União Europeia e o Quadro Financeiro Plurianual para 2021-2027.

Charles Michel chega a Lisboa na quinta-feira a tarde, iniciando o programa com uma visita às instalações da “Second Home”, um espaço para empreendedores e departamentos de inovação localizado no Mercado da Ribeira.

Charles Michel, atual primeiro-ministro belga, e António Costa fazem depois um pequeno percurso a pé até à Ribeira das Naus, seguindo daí para São Bento, onde, após se reunirem, fazem declarações à imprensa.

Recomendadas

Dia internacional da gaguez: “Vou passar o dia a gaguejar em modo comemoração”, diz Joacine Katar Moreira

A deputada eleita pelo Livre colocou a gaguez na ordem do dia em Portugal. O seu partido vai pedir ao Parlamento para conceder tolerância de tempo à deputada, invocando um “tratamento igualitário e igualdade de oportunidades” para expor as suas ideias.

Tribunal Constitucional rejeita pedido do PSD sobre votos nulos da emigração

A tomada de posse da Assembleia da República e do Governo pode acontecer ainda esta semana.

Negrão diz que Rio como líder do partido e da bancada é “boa solução a curto prazo”

O líder parlamentar cessante considera que a decisão do atual presidente do PSD, Rui Rio, em acumular a liderança do partido com a do grupo parlamentar não é uma boa solução a longo prazo, mas vai permitir uma oposição “acutilante” no curto prazo.
Comentários