Procura por computadores portáteis aumenta 70% com ensino à distância

Os distritos com maiores subidas são Faro (110%), Aveiro (97%) e Coimbra (91%). Já os distritos com mais respostas a anúncios destes itens são Lisboa, Porto e Setúbal.

Depois do Governo anunciar que o regresso às aulas seria feito de forma não-presencial, a procura por computadores portáteis, periféricos e restante material de escritório disparou nas plataformas de venda online. Segundo os dados do OLX, comparando ao período entre 04/01 e 25/01 com o período entre 26/01 e 05/02, o crescimento registado é de 80% na procura por portáteis, 41% por tablets e 43% por secretárias.

No que concerne aos portáteis, em termos de respostas a anúncios no período já referido, os distritos com maiores subidas são Faro (110%), Aveiro (97%) e Coimbra (91%). Já os distritos com mais respostas a anúncios destes itens são Lisboa, Porto e Setúbal.

Em relação ao preço médio anunciado deste item, o valor caiu 1% ao passar de 213,57 euros até 25/01 para 211,14 euros após esta data. Do lado da oferta, o aumento verificado foi de 4% na comparação dos períodos indicados.

Nos tablets, os distritos com maior variação nas respostas a anúncios foram Viseu (94%), Santarém (84%) e Aveiro (68%). O preço médio destes artigos subiu 11% ao passar de 124,71 euros para 138,05 euros. Em relação à oferta registou-se uma subida de 5%.

No que respeita às secretárias, as regiões com maior aumento registado de um período para o outro foram Coimbra (68%), Braga (57%) e Porto (50%). O preço médio deste item decresceu 2,7% ao passar de 158,19 euros para 154,29 euros. O número de anúncios novos referentes a este artigo cresceu 11%.

Recomendadas

Malásia decreta restrições para travar nova vaga da pandemia

O chefe do Governo malaio justificou as medidas com a pressão no sistema de saúde, devido ao aumento de casos da covid-19 e à presença no país da variante no novo coronavírus detetada na Índia.

Variante detetada na Índia presente em 44 países, afirma Organização Mundial de Saúde

Esta semana, a OMS classificou esta variante do novo coronavírus como “de preocupação ou de interesse global” por estudos indicarem ser mais contagiosa do que o vírus original.

Mais de um milhão de portugueses estão vacinados contra a Covid-19

Dos cidadãos inoculados, 204.147 milhões de pessoas tomaram uma dose da vacina contra a Covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde.
Comentários