Profissionais de saúde em burnout devido ao combate à Covid-19

Muitos profissionais de saúde revelaram terem sido vítimas de discriminação logo no início ao combate ao novo coronavírus e quando os hospitais começaram a ficar sob pressão.

Hospital de Santa Maria | Mário Cruz/Lusa

Os profissionais de saúde que têm estado no combate ao novo coronavírus começaram a apresentar sinais de burnout (esgotamento) e de problemas psicológicos, com muitos a sofrer discriminação fora do local de trabalho, aponta o Conselho Internacional dos Enfermeiros citado pela “Reuters”.

“Estamos extremamente preocupados com o impacto [da Covid-19] na saúde mental dos enfermeiros”, explicou Howard Catton, diretor-executivo do Conselho Internacional dos Enfermeiros e profissional de saúde britânico.

“O nosso mais recente estudo mostra que mais de 70% dos associados dizem que os enfermeiros têm sido sujeitos a violência ou discriminação e, como resultado, estão muito preocupados com casos extremos de sofrimentos psicológico e pressão da sua saúde mental”, apontou o também enfermeiro.

Muitos profissionais de saúde revelaram terem sido vítimas de discriminação logo no início ao combate ao novo coronavírus e quando os hospitais começaram a ficar sob pressão. Os enfermeiros apontaram que os senhorios não lhes renovaram os contratos de arrendamento e não conseguem arranjar uma creche fixa para os seus filhos.

O Conselho dos Enfermeiros continua a pedir mais e melhor proteção para os profissionais de saúde que se encontram na linha da frente. “Continuamos a ter problemas com as entregas de equipamento de proteção individual”, disse Catton, esclarecendo que nos hospitais se verificaram algumas melhorias.

No entanto, a entidade pede mais proteção para os profissionais que se encontram nos lares e em entidades de cuidados continuados na Europa e nas Américas.

Ler mais
Recomendadas

INEM tem 18 profissionais infetados com Covid-19 e 39 de quarentena

Num boletim hoje divulgado, o Instituto Nacional de Emergência Médica avança que, a 22 de novembro, estavam 18 trabalhadores infetados, 38 em isolamento profilático e 16 profissionais estavam sob vigilância da Comissão de Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos (CCIRA) do INEM, sendo o registo mais elevado desde o início da pandemia.

CGTP reconhece avanços no OE mas acusa PS de “manter intocáveis interesses do grande capital”

Para a Intersindical, “a situação que atravessamos, resultado de décadas de política de direita agravadas pela Covid-19, carece de uma resposta articulada, abrangente e que rompa com as causas que estão na origem dos constrangimentos estruturais com que o país se debate”.

Brexit: Portugueses falharam quase oito mil candidaturas à residência no Reino Unido

Das 296.850 candidaturas de cidadãos portuguesas processadas até ao final de setembro, 7.780 foram consideradas inválidas (3.610 ), retiradas ou anuladas (3.370) ou recusadas (800), o que corresponde a 2,6%, acima da média geral.
Comentários