Proposta do CDS-PP aprovada: Lisboa vai ter passadeiras arco-íris contra a homofobia e transfobia

Mais concretamente na avenida Almirante Reis, com o objetivo de assinalar o Dia Internacional de Luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, a 17 de maio. Proposta do CDS-PP na Assembleia de Freguesia de Arroios foi aprovada por unanimidade.

No próximo dia 17 de maio, várias passadeiras da avenida Almirante Reis, em Lisboa, vão ser pintadas com as cores do arco-íris, como a bandeira do movimento LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transgénero e intersexo). O objetivo da iniciativa consiste em assinalar o Dia Internacional de Luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia que se celebra nesse dia.

“Esta efeméride celebra-se a 17 de maio por ter sido nesse dia em 1990 que se retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial de Saúde (OMS)”, destaca-se na fundamentação da proposta do CDS-PP, na qual se salienta também que “a Freguesia de Arroios é um lugar de todos e para todos, e sobretudo um lugar de inclusão”.

Os representantes do CDS-PP na Assembleia de Freguesia de Arroios, Frederico Sapage Pereira e Vítor Teles, propuseram então que se assinale a efeméride “com a colocação de passadeiras arco-íris, na avenida Almirante Reis, em frente aos sinais luminosos para passagem de peões junto aos números 1 e 13”.

Recomendadas

Novo aeroporto do Montijo: Câmara da Moita dá parecer negativo ao Estudo de Impacte Ambiental

“O município da Moita fundamenta a sua oposição ao projeto num conjunto de impactes negativos no território, no ambiente, na saúde, na segurança pública e nos valores culturais e patrimoniais existentes”, afirmou a autarquia.

Debate Costa – Rio visto por 2,66 milhões de espetadores

O debate entre Rui Rio e António Costa, transmitido na segunda-feira em simultâneo pela SIC, TVI e RTP1 foi visto por 2,66 milhões de espetadores, segundo dados da GFK/CAEM hoje divulgados.

Freitas do Amaral internado nos cuidados intermédios em hospital de Cascais

O antigo presidente e fundador do CDS Diogo Freitas do Amaral encontra-se desde segunda-feira internado nos cuidados intermédios no Hospital da CUF em Cascais, transmitiu hoje à agência Lusa fonte da sua família.
Comentários