PSD considera que a Madeira tem tido uma política ativa no combate às alterações climáticas

O PSD disse que entre as medidas implementadas pelo executivo madeirense para o combate às alterações climáticas estão: redução de perdas e gastos energéticos no tratamento e distribuição de água, requalificação da estação de compostagem, aumento da produção de eletricidade a partir de fontes renováveis, apoios à mobilidade elétrica, os transportes públicos elétricos, e apoio aos passes sociais.

O deputado do PSD Madeira, Guido Gonçalves, considera que o Governo da Madeira tem tudo uma política ativa no combate às alterações climáticas e assumido um compromisso com a descarbonização da economia, durante a sessão plenária que decorre na Assembleia Legislativa da Madeira.

“Urge cada vez mais tomar medidas para as políticas de sensibilização ambiental de modo a descarbonizar a economia, que requer o esforço de todos. A sociedade começa a ficar ciente que é necessário alterar comportamentos e agir com responsabilidade no que diz respeito ao clima. É um dever de cidadania tomar medidas nesta luta que é universal”, afirmou o social democrata.

Guido Gonçalves sublinhou que a política ativa do Governo da Madeira no combate às alterações climáticas se traduz na estratégia Clima Madeira, que permite implementar “acções no terreno como a avaliação de risco e sistema de segurança, na protecção da biodiversidade e protecção da natureza, na requalificação de sistemas de abastecimento de água, na redução de desperdício”.

Entre as medidas destacadas pelo social democrata que foram implementadas pelo executivo madeirense estão: redução de perdas e gastos energéticos no tratamento e distribuição de água, requalificação da estação de compostagem, aumento da produção de eletricidade a partir de fontes renováveis, apoios à mobilidade elétrica, os transportes públicos elétricos, e apoio aos passes sociais.

O social democrata referiu que o Governo Regional tem estado à altura dos acontecimentos no que diz respeito ao combate às alterações climáticas, e que o combate às alterações climáticas deve ser transversal à política e aos governos.

Recomendadas

Miguel Albuquerque diz que “a Madeira vai ultrapassar efeitos devastadores no turismo”

O presidente do Governo da Madeira mostrou-se este domingo convicto de que a região vai conseguir superar “mais este grande desafio” dos “efeitos devastadores” no setor do turismo provocado pela pandemia da covid-19.

Festas de Natal e Fim do Ano na Madeira vão acontecer com adaptações

O secretário do Turismo da Madeira afirmou este domingo que os concursos para as tradicionais festas de Natal e Fim de Ano na região já foram lançados, mas os programas vão ser adaptados ao contexto da pandemia da Covid-19.

Madeira: Secretaria Regional do Mar promove Encontro do Mar em novembro

Mafalda Freitas vincou a dimensão da Zona Económica Exclusiva da Madeira (ZEE), com uma área superior a mais de 440 mil metros quadrados. “O número pode não dizer muito, mas já é diferente se dissermos que é uma ZEE superior à da Bélgica, Chipre, Alemanha e Suécia juntos”, sublinhou.
Comentários