PSD quer audição urgente de Mário Centeno no Parlamento devido a alteração nas PPP

Deputados sociais-democratas da Comissão de Orçamento e Finanças querem ouvir ministro das Finanças por estarem preocupados com “diminuição da transparência” na constituição de parcerias público-privadas.

© Jornal Económico/ Fotografia: Cristina Bernardo

O grupo parlamentar do PSD apresentou um requerimento da audição urgente do ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno, na Comissão de Orçamento e Finanças, para esclarecer a alteração ao Código de Contratos Públicos, publicada na quarta-feira, que os deputados sociais-democratas consideram parecer “evidenciar uma diminuição da transparência e um aumento da discricionariedade na constituição das parcerias público-privadas, dificultando o respetivo escrutínio público”.

Segundo o requerimento assinado pelos deputados do PSD com assento nessa comissão parlamentar, “acresce que aparenta existir uma redução da intervenção e do poder de decisão do ministro das Finanças em todo o processo da constituição de parcerias, face à legislação que vigorou até ao momento”, o que os sociais-democratas dizem constituir “também motivo de apreensão”.

As alterações ao Decreto-Lei n.º 111/2012, que disciplina a intervenção do Estado na definição, concepção, preparação, concurso, adjudicação, alteração, fiscalização e acompanhamento global das parceiras público-privadas, implicam que deixe de ter tida em conta a análise de custo-benefício nas parcerias público-privadas como requisito inicial. Algo que já provocou reações críticas do CDS-PP e do Bloco de Esquerda, que pretendem a avaliação parlamentar do diploma.

 

Recomendadas

André Ventura pede a demissão de Eduardo Cabrita por palavras “gravíssimas”

Para o deputado único do partido recém chegado ao parlamento, as declarações de Eduardo Cabrita foram “gravíssimas e desprovidas de sentido” e recordou que, “num primeiro momento”, o Governo chegou a “negar a veracidade” daquilo que tinha sido referido por André Ventura, ou seja, a aquisição de material de segurança por parte das forças policiais.

Só “por algum ato milagroso” relações serão retomadas entre Livre e Joacine, realça nova direção do partido

“Se por algum ato milagroso houver uma mudança de atitude por parte da deputada Joacine Katar Moreira obviamente que trabalharemos” com a única representante do partido no parlamento, afirmou Pedro Mendonça, em declarações aos jornalistas no final do IX Congresso do Livre.

“Desfaçatez e falta de respeito”. PSD repudia declarações de Eduardo Cabrita sobre equipamento da PSP

Em causa estão declarações do ministro numa entrevista hoje divulgada ao Diário de Notícias e à TSF, na qual Eduardo Cabrita é questionado sobre as notícias que dão conta de agentes policiais “que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso”.
Comentários