PSD quer zona franca e registo de navios incluídos em estratégia atlântica

O deputado do PSD, Paulo Neves, afirmou que o Centro Internacional de Negócios (CINM) e o Registo de Navios (MAR) são de enorme importância para o país, e por isso deveriam ser prioritários para o Governo da República.

O deputado do PSD na Assembleia da República, Paulo Neves, pediu ao ministro dos Negócios Estrangeiros, para defender o Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) e o Registo de Navios (MAR) como parte de uma estratégia atlântica de Portugal.

O social democrata entende que estes organismos são de “enorme importância” para a política atlântica do país, e por isso devem ser prioritários para a República.

Paulo Neves criticou ainda o “aumento considerável” das importações e o “aumento tímido” das exportações, sublinhando a sua preocuparão com “a tendência de um aumento das importações muito superior ao das exportações”.

“Estas últimas têm crescido muito pouco ao contrário das importações o que motiva um défice da balança. Uma situação bastante preocupante”, disse o social democrata.

Recomendadas

Siga estas dicas para aumentar a vida da bateria dos seus equipamentos

Um uso intensivo, num ambiente quente, também não é recomendável, pois a bateria pode sobreaquecer e provocar uma descarga mais rápida ou até mesmo danificar o equipamento.

Câmaras Municipais da Madeira apresentam redução no endividamento

As despesas com pessoal chegam aos 46%, enquanto que as receitas fiscais fixaram-se em 36%, nas câmaras municipais da Madeira.

Madeira tem 20,5% dos alojamentos turísticos do país

A Madeira supera o território nacional em termos das dormidas de estrangeiros e também na estada média.
Comentários