PSI 20 acompanha Europa em queda. Altri, Galp e CTT pressionam

O principal índice bolsista português perde 0,10%, para 4.361,38 pontos.

O principal índice bolsista português (PSI 20) arrancou esta quarta-feira a perder 0,10%, para 4.361,38 pontos, em linha com as principais praças europeias.

No Velho Continente, os investidores mostram-se receosos com o aumento do número de casos de Covid-19, mesmo depois de da eficácia superior a 90% de duas vacinas para a Covid-19, uma da Pfizer e outra da Moderna, ter sido anunciada. Contudo, a distribuição de uma vacina ainda está longe de acontecer.

Outro tema que está a contribuir para os receios dos investidores é o veto anunciado da Polónia e da Hungria ao orçamento da União Europeia, que levante obstáculos no acesso ao Fundo de Reconstrução Europeia.

Em Portugal, o PSI 20 é pressionado sobretudo por quatro empresas cotadas: A Altri (-1,40%), a Galp Energia (-0,73%) e os CTT (-0,65%).

A Jerónimo Martins (-0,50%) e a NOS (-0,64%) também condicionam a bolsa nacional.

Recomendadas

Wall Street fecha mista com aumento do desemprego

A avalanche de dados macroeconómicos justifica a fraca performance da bolsa. Os dados do emprego semanal dão uma subida dos pedidos de subsídio de desemprego no país pela segunda semana consecutiva, até os 778 mil, muito pior do que o esperado pelo consenso do mercado. Isto pode deixar marcas persistentes no mercado laboral dos Estados Unidos.

CMVM tomou 22 decisões de contraordenação algumas das quais originam coimas que somam 700 mil euros

Na base das decisões da CMVM estão 11 processos relacionados com infrações por violação de deveres dos auditores; cinco processos por violação dos deveres dos intermediários financeiros; três processos por violação de deveres das entidades responsáveis pela gestão de Organismos de Investimento Colectivo; entre outros. A maioria das coimas aplicadas está suspensa.

Bolsa de Lisboa fecha com subida superior a 1%

CTT, EDP Renováveis e BCP subiram mais de 2%. As ações da tecnológica Novabase, que divulgou esta tarde ao mercado o Plano para a Igualdade de Género e Diversidade, caíram 0,61% para 3,27 euros.
Comentários