Que futuro para o sector agroalimentar? Veja o debate com a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes

A primeira conferência do ciclo “Conhecer para Decidir, Planear para Agir” tem como tema “Conhecimento e inovação na década da transição digital” e contará com a participação da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes e tem o Jornal Económico como media partner.

A Lusomorango, a maior organização de produtores portuguesa do sector das frutas e legumes, e a Universidade Católica Portuguesa vão promover um ciclo de conferências dedicado a contribuir para a concretização de uma visão estratégica para o agroalimentar em Portugal, numa iniciativa de que o Jornal Económico será media partner.

A primeira conferência tem como tema “Conhecimento e inovação na década da transição digital”. Na abertura, contará com a presença da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes; do presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, Eduardo Oliveira e Sousa; do vice-presidente da comissão executiva do Millennium BCP, João Nuno Palma; e de Luís Pinheiro.

Terá como orador António Câmara, professor na Universidade Nova de Lisboa, e contará com a apresentação de dois casos de estudo, por Rick van de Zedde, professor da Universidade de Wageningen; e de Joep van de Bosch, CIO da Ridder.

A conferência incluirá uma mesa-redonda que reunirá Daniel Ribeiro, partner da Hidrosoph; Amândio Santos, presidente da Portugalfoods, e Ondina Afonso, presidente do Clube de Produtores Continente. A moderação estará a cargo de Shrikesh Laxmidas e Ricardo Santos Ferreira, diretor adjunto e editor do JE, respetivamente.

A iniciativa será concluída com um comentário final, a cargo de Nuno Canada, presidente do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária.

Recomendadas

Governo abre aviso a fundo de apoio de 40 milhões para o setor do vinho

O setor do vinho pode candidatar-se a um fundo de apoio para a transformação e comercialização de produtos agrícolas, dotado de 40 milhões de euros, anunciou este sábado a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

Governo altera medida do Programa de Desenvolvimento Rural para permitir submissão de novas operações

Esta alteração tem em vista a submissão de novas operações, introduzindo custos diretos e indiretos na modalidade de custos simplificados “com base numa taxa fixa de 40% dos custos diretos de pessoal elegível”.

Confederação rejeita escassez de alimentos no futuro mas alerta para falta de mão de obra e máquinas agrícolas

O grupo concluiu que o risco de virem a faltar bens alimentares nos principais canais de distribuição não está em cima da mesa, mesmo depois da polémica levantada pelo sector da distribuição.
Comentários