Queda nos preços das casas “ainda é uma incógnita”, diz Paulo Barros Trindade

Peritos continuam a fazer inspeções sempre que existem condições de segurança. Dimensão do ajustamento nos preços dos imóveis é uma “incógnita”, dado que “as transações praticamente não se têm realizado”, de acordo com a Associação Profissional das Sociedades de Avaliação.

“A redução do crédito hipotecário já levou a uma quebra no volume de avaliações relacionadas com o setor financeiro”. A afirmação é de Paulo Barros Trindade, presidente da direção da Associação Profissional das Sociedades de Avaliação (ASAVAL). Em declarações ao Jornal Económico, o dirigente afirma que o impacto que a pandemia de Covid-19 está a ter na economia do país também se refletiu no setor dos avaliadores, que “continuam a realizar as inspeções aos imóveis pelo interior e pelo exterior, sempre que existam condições de segurança”.

O responsável da ASAVAL explica que, “quando não é possível cumprir as regras sobre o distanciamento social recomendadas pela Direção Geral de Saúde, recorre-se a meios tecnológicos para realização da inspeção pelo interior, nomeadamente através de videochamada, e mantém-se a inspeção pelo exterior realizada pelo perito-avaliador”.

Como tal, o teletrabalho passou também a ser uma medida adotada pelos peritos avaliadores. Questionado sobre quais as vantagens e desvantagens que esta forma de trabalhar tem para estes profissionais, sublinha que “as medidas de proteção face à pandemia afetam fundamentalmente a realização das inspeções aos imóveis, pois o restante trabalho é um trabalho de gabinete, que pode ser realizado em teletrabalho”. Paulo Barros Trindade refere ainda que, “enquanto se mantiver este cenário extraordinário, as videochamadas permitem colmatar a necessidade de realizar as inspeções pelo interior, em cenários onde não existem condições de segurança para que a inspeção possa ser realizada fisicamente”.

Por outro lado, salienta que “quando o perito avaliador entende que a videochamada não permite recolher informação suficiente para realizar a avaliação, os processos ficam pendentes até que existam condições de segurança para a realização da mesma”, isto porque “é importante que o perito avaliador esteja confortável com o nível de informação que recolhe e que este seja suficiente para emitir a sua opinião de valor”.

Determinar o valor de uma casa é a tarefa dos responsáveis pelas avaliações de imóveis. Será possível realizar essa perícia via online? “Nesse cenário não é possível determinar um Valor de Mercado, mas apenas uma aproximação ao Valor de Mercado, uma vez que a inspeção física é um dos momentos chave da avaliação, no que diz respeito à recolha da informação relevante”, refere Paulo Barros Trindade.

A redução nos preços das habitações tem sido apontado por diversos economistas como um cenário provável devido à pandemia do novo coronavírus. O presidente da ASAVAL realça que “as transações praticamente não se têm realizado, o que dificulta perceber a reação do mercado ao contexto atual”. Contudo, acredita que é “expectável que exista algum ajustamento nos preços, uma vez que na maior parte das regiões, nos últimos meses, já se assistia a uma estabilização”, e frisa que “a dimensão desse ajustamento é ainda uma incógnita”.

No que diz respeito à atuação do Governo para com o setor imobiliário e as propostas apresentadas para ajudar na sua recuperação, Paulo Barros Trindade considera que o Executivo, “de uma forma geral, tem tomado as medidas que são possíveis”, conclui.

Artigo publicado no Jornal Económico de 30-04-2020. Para ler a edição completa, aceda aqui ao JE Leitor

Ler mais
Recomendadas

Comissões bancárias representaram 33% do produto bancário em 2019

Em 2019, os resultados de serviços e comissões foram de 2.212 milhões de euros, o que representou 32,5% do produto bancário (6.808 milhões de euros), acima do peso de 30,3% do produto bancário registado em 2018, segundo a APB.

Covid-19: “Metade dos pais não considera seguro o regresso à escola”, revela Deco

Inquérito da Deco Proteste revela: metade dos pais não considera seguro o regresso à escola em tempos de pandemia. Se pudessem escolher, adianta associação, o modelo de aulas misto (presencial e à distância) é o que reuniria mais adeptos.

Saiba como funcionam as garantias para os bens comprados digitalmente

Só no negócio entre particulares é que não existe garantia e esta situação é muito comum nas compras online.
Comentários