Quer baixar a fatura da luz ou gás? Veja como poupar neste comparador

O portal gratuito de comparação Comparajá.pt alarga a sua atividade ao setor da energia.

A plataforma ComparaJá.pt acaba de alargar a sua atividade à comparação de tarifários de eletricidade e gás natural com o objetivo de ajudar 100 mil famílias a baixar a sua fatura de energia a cada ano.

O comparador gratuito, que agrega as mais de 450 ofertas dos mais de 20 fornecedores do mercado liberalizado, permite fazer upload de faturas de forma a determinar a poupança exata de cada consumidor com a mudança para a solução mais competitiva, tendo para tal em conta os consumos reais de cada agregado.

A pensar nos consumidores com preocupações ecológicas, a nova ferramenta inclui ainda a funcionalidade de filtrar os tarifários de Energia Verde.

Comparação de mais de 450 ofertas dos mais de 20 fornecedores do mercado

O  comparador gratuito de Energia do ComparaJá.pt agrega as 457 ofertas de eletricidade, gás natural e dual (Luz e Gás) dos 23 fornecedores do mercado liberalizado. Abrange apenas o segmento doméstico, excluindo comercializadores de último recurso.

Com uma interface simples e intuitiva, permite personalizar as simulações de acordo com o perfil e necessidades de cada consumidor – desde a composição do agregado familiar, o tempo normal de ocupação da habitação, se o utilizador prefere tarifa simples ou bi-horária, a sua necessidade de potência contratada na eletricidade e o escalão de consumo no gás natural.

Inclui ainda a hipótese de simular ofertas de acordo com as opções de adesão ao débito direto e/ou fatura eletrónica.

No simulador é também possível verificar todos os custos de cada oferta, desde o preço por kWh até ao termo fixo, passando pelos diferentes impostos aplicáveis, tendo o utilizador a possibilidade de perceber quer o valor mensal quer o valor anual estimado para o seu perfil de consumo.

Análise digital de faturas e filtro de tarifários de Energia Verde

A nova ferramenta do ComparaJá.pt permite fazer upload de faturas de forma a determinar a poupança exata de cada consumidor com a mudança para a oferta mais competitiva do mercado, tendo para tal em conta os consumos reais de cada agregado.

Após a recepção da fatura, o ComparaJá.pt faz um estudo personalizado aos consumos do utilizador e, a partir dos mesmos, apresenta uma correspondência com o melhor tarifário para esse perfil, recebendo o consumidor os resultados da análise nas 24 horas úteis seguintes.

A pensar nos utilizadores com preocupações ecológicas, o comparador inclui a funcionalidade de filtrar os tarifários de Energia Verde, isto é, ofertas em que a eletricidade produzida tem por base fontes 100% renováveis – seja eólica, solar, hídrica, entre outras -, garantindo impactos ambientais mais reduzidos.

Baixar a fatura da energia de 100 mil famílias a cada ano

“Atualmente, aproximadamente 50.000 consumidores residenciais mudam de comercializador a cada mês. Com a entrada no mercado da comparação de energia, o ComparaJá.pt pretende contribuir para um aumento de 10% nesta tendência nos próximos 12 a 24 meses”, avança Miguel Ramalhosa, porta-voz do ComparaJá.pt

Este responsável explica que “Desse total potencial, queremos conquistar 15% do número de mudanças, o que no final de 2022 deverá significar que teremos mensalmente 8.250 utilizadores a contratualizar novos serviços de energia através da nossa plataforma. Desta forma, a partir de 2023 acreditamos que iremos conseguir ajudar, a cada ano, sensivelmente 100.000 pessoas a baixar a sua fatura da eletricidade e/ou gás natural”.

Relacionadas

Luz e Gás: saiba como mudar de fornecedor em 3 passos

Saiba como e quantas vezes pode mudar de empresa de fornecimento de energia.

Será que compensa ter uma tarifa de eletricidade bi-horária?

Se durante a semana só está em casa à noite ou se acaba por realizar tarefas domésticas somente aos fins de semana, pode compensar contratar a chamada tarifa bi-horária.

Sabe interpretar a sua fatura da luz? Descubra tudo neste guia

Interpretar a fatura da luz pode não ser tarefa fácil. Entre tantos dados e diferentes formatos de faturas que cada comercializador de energia aplica, a sua compreensão pode tornar-se ainda mais complicada. Porém, é importante que faça esta análise para saber ao certo qual o consumo de eletricidade que vai pagar. Neste artigo descomplicamos a leitura da fatura da luz.

Como otimizar os gastos com climatização em casa?

Climatizar a casa representa um grande esforço financeiro por se tratar de um elevado consumo energético. No entanto, existem seis formas de evitar gastos desnecessários.

Impostos na conta de luz e gás: sabe quanto lhe cobram?

Na fatura de energia não é apenas o seu consumo que é cobrado, havendo também uma parte dedicada a tributação. Descubra quais são os impostos na conta de luz e gás que tem de pagar mensalmente.

Tarifa social: quem tem direito a este desconto na eletricidade e gás natural?

Sabia que pode beneficiar de um desconto na sua fatura de eletricidade e gás natural? A Tarifa Social é uma medida implementada pelo Governo no sentido de garantir o fornecimento de eletricidade e gás natural a todos os consumidores, principalmente aos clientes com dificuldades financeiras. Descubra tudo sobre o tema neste artigo.
Recomendadas

Tenha atenção aos falsos intermediários de crédito no Facebook, alerta Deco

Se quiser consultar a lista das entidades autorizadas a conceder crédito em Portugal, a atuar como intermediários de crédito ou a prestar serviços de consultoria relativamente a contratos de crédito poderá fazê-lo no sítio do Banco de Portugal, em www.bportugal.pt ou no Portal do Cliente Bancário https://clientebancario.bportugal.pt.

Contribuintes que entregaram IRS até 26 de julho podem ter dispensa de coima

Este entendimento consta de um ofício circulado da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), hoje publicado no Portal das Finanças, dando resposta à situação dos contribuintes que entregaram a declaração anual do IRS naquele prazo.

Cleverti está a recrutar 50 colaboradores para teletrabalho

As posições em aberto estão relacionadas com ‘.NET Core’, ‘DevOps’, ‘Node.js’ e ‘React’. Só nesta última, a tecnológica está a contratar 20 programadores ‘front-end’ com mais de três anos de experiência para um projeto ‘nearshore’ com base no Reino Unido.
Comentários