“Queremos estar no top 5 das sociedades de referência líder na relação com o cliente”, realça managing partner da SRS Advogados

Nesta primeira parte do programa “Falar Direito”, Pedro Rebelo de Sousa falou das perspetivas da SRS Advogados para 2022 e quais as áreas que poderão ter maior prevalência nos próximos meses.

Na edição desta semana do podcast “Falar Direito”, o advogado e managing partner da SRS Advogados Pedro Rebelo de Sousa fala pela primeira vez da sua sucessão à frente da SRS, que terá lugar nos próximos três anos.

A pessoa escolhida para liderar a SRS deverá ter conhecimentos de gestão, defende Rebelo de Sousa, dando como exemplo a solução encontrada para a passagem de testemunho na Vieira de Almeida & Associados.

Nesta primeira parte do programa “Falar Direito”, Pedro Rebelo de Sousa falou das perspetivas da SRS Advogados para 2022 e quais as áreas que poderão ter maior prevalência nos próximos meses.

Relacionadas

“Só por mero acaso um bom advogado é também um bom gestor”. Veja o “Falar Direito” com Pedro Rebelo de Sousa

A pessoa escolhida para liderar a SRS deverá ter conhecimentos de gestão, defende Rebelo de Sousa, dando como exemplo a solução encontrada para a passagem de testemunho na Vieira de Almeida & Associados.
Recomendadas

“Sucessão da SRS Advogados será democrática e participativa”, assegura managing partner

Em entrevista ao programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV, Pedro Rebelo de Sousa, managing partner da SRS Advogados, abordou o processo de sucessão na SRS Advogados, garantindo que o mesmo será feito de forma participativa.

14 Sports Law eleita melhor firma de direito desportivo na Península Ibérica

Empresa sediada no Porto representou, entre outros casos o Santos FC contra o FC Barcelona, na transferência do jogador Neymar Jr.

Paulo de Cunha e Sá: “Não queremos competir com a oferta formativa das universidades”

Constituída com uma entidade autónoma do escritório ibérico e com marca própria, esta academia garante que não chega para falar “legalês” dos juristas nem para competir com a oferta das universidades portuguesas e internacionais, garantiu o advogado Paulo de Sá e Cunha, sócio da Cuatrecasas Portugal no programa “Falar Direito”, da plataforma multimédia JE TV.
Comentários