Ranking Escolas 2020. Médias subiram e colégios ocupam os primeiros lugares. Veja aqui o Top 10 (com áudio)

O ranking das melhores escolas é liderado pelo Colégio Nossa Senhora do Rosário do Porto. Em ano de pandemia e de ensino à distância, apenas dois estabelecimentos de ensino tiveram média negativa.

A Escola Secundária José Cardoso Pires, em Lisboa, e o Externato Académico, do Porto, foram os únicos estabelecimentos de ensino com um resultado médio negativo nos exames nacionais do ensino secundário em 2020. A escola de Lisboa registou 9,2 valores e a do Porto 9,93.

Em contrapartida, a média mais alta – 17,61 valores – coube ao Colégio Nossa Senhora do Rosário do Porto, seguido do Colégio D. Diogo de Braga. A primeira escola pública da lista registou uma média de 15 valores e foi a Secundária Infanta Dona Maria, em Coimbra, que surge em 34.º lugar no ranking.

A análise foi feita pela agência Lusa com base em dados Ministério da Educação referentes a 512 escolas com, pelo menos, uma centena de provas realizadas. No top 50 há 47 escolas privadas e só três públicas.

A Covid-19 levou à criação no ano passado de um regime excecional, pelo que só os alunos que queriam seguir para o ensino superior foram submetidos a exame. Os testes tinham respostas opcionais, sendo contabilizadas apenas as melhores respostas, o que fez com que as médias subissem dois valores.

A média nacional dos alunos dos colégios foi de 14,39 valores, que comparam como 12,69 em 2019, enquanto a média das escolas públicas foi de 12,89 valores, comparativamente a 10,95 no ano anterior.

Escolas com melhor média no 12.º

Escola                                                Distrito       Média exame

Colégio Nossa Senhora do Rosário,  Porto,    17,61

Colégio D. Diogo de Sousa,  Braga,                  17,38

Grande Colégio Universal, Porto,                     17,15

Colégio de S. Tomás, Lisboa,                             16,92

Colégio de N. Senho. da Assunção, Aveiro,    16.92

Colégio São João de Brito, Lisboa,                   16,74

Colégio Integrado de Monte Maior, Lisboa,   16,73

Colégio Nova Encosta, Porto,                            16,64

Colégio Luso-Francês, Porto,                             16,44

Colégio Paulo VI de Gondomar, Porto,            16,43

 

Escolas com pior média no 12.º ano

Escola Secundária do Lumiar, Lisboa,        10,52

Escola Sec. António Nobre, Porto,              10,50

Escola B. e Sec. D. João V, Damaia,            10,49

Escola Secundária D. Dinis, Lisboa,           10,43

Escola B, e S. Francisco Simões, Setúbal,  10,36

Escola B. e S. Passos Manuel, Lisboa,        10,30

Escola S. D. Manuel Martins, Setúbal,       10,19

Escola S. Matias Aires, Mira-Sintra            10,17

Externato Académico, Porto                       9,93

Escola S. José Cardoso Pires, Lisboa,        9,22

Recomendadas

Devolução dos manuais escolares para reutilizar arranca “já”, diz Ministério da Educação

A DGEE definiu que o processo deverá estar concluído até ao final de julho, altura em que se prevê o arranque da emissão dos primeiros vouchers para que as famílias possam ter acesso aos manuais para o próximo ano letivo.

Candidaturas ao sistema de incentivos fiscais I&D alargadas até julho

Entre 2006 e 2019, foram recebidas 16.251 candidaturas ao SIFIDE, apresentadas por 4.430 empresas, com um investimento declarado de 9.458,5 milhões de euros. Por sua vez, 3.951 empresas já recuperaram 2.754 milhões de euros do investimento feito nestes projetos.

Universidade de Lisboa lidera produção científica na Península Ibérica

O ‘ranking’ da Leiden avaliou, de 2016 a 2019, a produção científica de 1.225 universidades de 69 países. No que diz respeito à Europa, a Universidade de Lisboa ocupa a 30ª posição sendo, inclusive, líder na Península Ibérica. No espetro internacional, ocupa a 131ª posição.
Comentários