Refúgio em tempo de coronavírus: preço do ouro atinge máximos de sete anos

O preço de uma onça de ouro, para entrega em abril, sobe 2,12% para 1.683 dólares, um nível tocado pela última vez em fevereiro de 2013.

O preço do ouro subiu esta segunda-feira para maxímos de sete anos, com os investidores a procurar portos-seguros num ambiente de nervosismo devido ao espalhar do coronavírus fora da China.

O preço de uma onça de ouro, para entrega em abril, sobe 2,12% para 1.683 dólares, um nível tocado pela última vez em fevereiro de 2013.

“Enquanto o ouro continua a subir exponencialmente, o petróleo bruto abre a sessão com um gap negativo de 3%, em resultado do reacender das preocupações com a quebra na procura por parte das empresas de transporte”, referiu André Neto Pires, analista e account manager da XTB.

As bolsas europeias arrancaram a semana em terreno negativo, com vários dos principais índices a tombarem mais de 3%, com a bolsa de Milão a afundar 4,23%  Com 132 casos e quatro mortes, a Itália é o país da Europa com mais casos de infeção pela nova estirpe de coronavírus e o quarto a nível global.

PSI 20 desce 2,38% numa Europa assustada com o espalhar do coronavírus

Ler mais

Relacionadas

Estado de saúde de português retido em navio piorou: “tem mais febre, frio, dor e está mais abatido”

“A situação dele é pior. Tem mais febre, frio, dor e está mais abatido”, disse a mulher, Emmanuelle Maranhão, em declarações à Lusa.

PSI 20 desce 2,38% numa Europa assustada com o espalhar do coronavírus

As principais bolsas europeias perdem mais de 2% e Lisboa não é excepção, com os investidores a mostrarem nervosismo com o espalhar do surto do coronavírus. Itália é o foco na Europa, com a bolsa de Milão a afundar mais de 4%.

Topo da agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

Os dados das sondagens sobre o clima económico nos dois lados do Atlântico vão mostrar como os empresários se sentem em relação ao potencial impacto do coronavírus. A época de resultados entra na reta final e também há segundas leituras do crescimento económico no quarto trimestre do ano passado.
Recomendadas

“Corremos o risco de a zona euro quebrar”, afirma governador do Banco de Portugal

Carlos Costa diz que “nenhuma economia está preparada para uma crise desta natureza” e volta a defender os ‘coronabonds’, em entrevista ao semanário “Expresso”.

Wall Street cai mais de 3% apesar da “bazuca” de 2,2 biliões de dólares

Março de 2020 ficará para a história dos mercados como um dos meses mais loucos de sempre. NYSE fechou em queda num dia em que Congresso dos Estados Unidos entrega um pacote de resgate de 2,2 biliões de dólares.

Bolsas regressam às quedas com setor automóvel a liderar. BCP cai 4% ao adiar dividendos

As desvalorizações mais expressivas dos setores Auto e de Viagens & Lazer espelham a preocupação dos investidores quanto à evolução da pandemia Covid-19, segundo a análise do analista da Mtrader. O BCP cai em bolsa 4% depois de cancelar dividendos e em dia de moratória de créditos.
Comentários