Região norte é a que mais cresce no setor do turismo em Portugal

O Porto e norte de Portugal afirmou-se, durante o mês de Julho, como o destino que mais cresce na actividade turística no todo do contexto nacional. Dormidas totais registam aumento de perto de 12%,  o que corresponde a 1,1 milhões de dormidas.

O mês de julho consolidou a região norte como a que mais cresce no setor do turismo em todo o país. O Porto e a região norte cresceu nas dormidas totais perto de 12%, o que corresponde a 1,1 milhões de dormidas, revela o Turismo do Porto e norte de Portugal.

Segundo esta entidade, os números revelam uma tendência que vem sendo consolidada desde o início do ano, explicada pela forte campanha de promoção do destino e pela oferta cada vez mais diversificada, que tem permitido captar novos mercado.

“São números muito animadores e que nos motivam. Acreditamos que com o trabalho que estamos a realizar em parceria com todos os players, de qualificação dos recursos humanos, das infra-estruturas e da oferta, o Porto e Norte tem tudo para se afirmar como um destino de excelência”, afirma Luís Pedro Martins, presidente da Turismo do Porto enorte de Portugal.

A Turismo do Porto e norte de Portugal dá conta de que nas dormidas de residentes, o Porto e norte cresceu 5,9%, correspondendo a 428,3 mil dormidas, e 15,6%  cento nas dormidas dos não residentes, correspondendo a 720,7 mil dormidas.

“Este aumento de dormidas reflete-se também no aumento dos proveitos, item em que a região norte tem o maior aumento percentual do País”, avança a Turismo do Porto e Norte de Portugal. Em comunicado, realça que desde o início do ano q existe uma trajetória de “crescimento assinalável, com o maior crescimento do todo nacional, na ordem dos 10,3%, o que demonstra um trabalho consistente”.

Para aquela entidade tratam-se de números” bastante positivos”, também, no que se refere à estada média. O destino é a única região com indicadores positivos neste campo e na taxa líquida de ocupação-cama, com números médios de 1,99 noites. Já no indicador (RevPAR) o Porto e Norte situou-se em 53,3 euros em julho, o que se traduziu no maior aumento registado a nível nacional.

“Estabelecemos como metas para o mandato o natural aumento de dormidas, a subida dos proveitos oriundos da atividade turística, o aumento da estada média, e a descentralização da visitação. Passado meio ano, é com regozijo que vemos essas metas serem paulatinamente atingidas, fruto de um trabalho em rede, de proximidade com todos os stakeholders e de uma forte campanha de promoção interna e externa”, sublinha Luís Pedro Martins.

A Turismo do Porto e norte de Portugal recorda que tem marcado presença nas maiores feiras de turismo em Espanha, que continua a ser o principal mercado emissor, organizado press trips nos territórios de baixa densidade e apoiado uma série de iniciativas em todos os subdestinos.

Ler mais
Recomendadas

Novo crédito pessoal em alta e automóvel em queda em agosto

Novos créditos pessoais aumentaram 9,8%, com os novos empréstimos automóvel a recuarem 8,4%.

Governo cria grupo de trabalho para preparar Web Summit até 2028

O ‘Grupo de Trabalho Web Summit Portugal 2019-2028’ vai entrar em vigor já este ano, com o objetivo de “assegurar a organização e a coordenação da Web Summit, em cada ano do período de 2019 a 2028”.

Governo envia hoje para o Parlamento e Bruxelas esboço do Orçamento do Estado para 2020

Documento segue primeiro para a Assembleia da República e depois para a Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, que reencaminha para Bruxelas.
Comentários