Reino Unido imporá quarentena de duas semanas a partir de 08 de junho

O Governo determinou que qualquer pessoa que chegue ao país por via aérea, marítima ou ferroviária vai ter de preencher um formulário com as informações de contacto e da viagem para que possam ser identificados se surgirem infeções de alguém próximo, e também para as autoridades confirmarem que estão a cumprir o isolamento.

Reino Unido | Getty Images

O Reino Unido imporá uma quarentena de duas semanas, com multas de mil libras (1.100 euros) aos infratores, a partir de 08 de junho, a todas as pessoas que cheguem do estrangeiro, incluindo britânicos, confirmou hoje fonte oficial.

Segundo a ministra do Interior, Priti Patel, que falava na conferência de imprensa diária, qualquer pessoa que chegue ao país por via aérea, marítima ou ferroviária vai ter de preencher um formulário com as informações de contacto e da viagem para que possam ser identificados se surgirem infeções de alguém próximo, e também para as autoridades confirmarem que estão a cumprir o isolamento.

As transgressões serão puníveis com multas ilimitadas e processo nos tribunais em Inglaterra, enquanto que Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte têm autonomia sobre a execução desta medida.

As pessoas são aconselhadas a usar um transporte pessoal para se deslocarem para a residência ou local que indiquem onde vão passar a quarentena, a qual não se aplica a pessoas vindas da Irlanda, motoristas de transportes de mercadorias, médicos que estejam envolvidos no combate à pandemia de covid-19 e trabalhadores agrícolas sazonais.

“À medida que o mundo começa a emergir do que esperamos ser o pior da pandemia do coronavírus, devemos olhar para o futuro e proteger a população britânica, reduzindo o risco de casos que atravessem a nossa fronteira. Estamos a introduzir estas novas medidas agora para manter a taxa de infeção baixa e evitar uma segunda onda devastadora”, justificou Priti Patel.

A ministra disse, durante a conferencia de imprensa diária do governo sobre a crise, reconhecer o impacto para o setor dos transportes e turismo e prometeu que as medidas serão revistas todas as três semanas.

“Em todo o governo, vamos continuar a trabalhar e a apoiar um setor incrivelmente dinâmico para encontrar novas maneiras de reabrir viagens internacionais e o turismo internacional de uma forma segura e responsável”, afirmou.

De acordo com o balanço de hoje do Ministério da Saúde, o Reino Unido registou 36.393 mortes em 254.195 pessoas infetadas durante a pandemia covid-19.

Ler mais
Recomendadas

Plano de António Costa Silva visa portos, energia, digital e saúde

“Esta crise mostrou que o papel do Estado tem que ser mais valorizado, mais Estado na economia, o Estado é o último protetor contra todo o tipo de ameaças”, afirmou o gestor independente, que diz ser “favorável aos mercados”, convidado pelo primeiro-ministro para elaborar um plano de recuperação económica para o pós-pandemia Covid-19.

Luxair retoma voos para Faro com clientes luxemburgueses para hotéis do Grupo NAU

Cerca de 70 turistas do Luxemburgo ficaram alojados no o São Rafael Atlântico e o Salgados Dunas Suites, reabriram hoje, dia 31 de maio, as suas portas, e vão permanecer entre sete e 14 noites.

PremiumDominic Cummings: Um conselheiro de quem Boris Johnson recusa qualquer distanciamento

O estratego do Brexit nem sequer necessitou de ser eleito para ser o aliado de eleição do primeiro-ministro britânico. Ao ponto de ser mantido em funções após ser revelado que violou, sem sombra de arrependimento, as regras de confinamento durante a pandemia de Covid-19.
Comentários