Rendas das casas caíram 18% em Lisboa desde o início da pandemia (com áudio)

A cidade do Porto registou uma descida de 8%, enquanto em Portugal Continental a quebra foi de 6%. O valor médio das rendas fixou-se nos 9,4 euros/m2 nos contratos realizados durante o primeiro trimestre de 2021.

As rendas das casas registaram uma descida de 18% na região de Lisboa desde o ínicio da pandemia de Covid-19 em Portugal, de acordo com o Índice de Rendas Residenciais divulgado pela Confidencial Imobiliário esta segunda-feira, 19 de abril.

Este índice analisa o comportamento do mercado de arrendamento residencial, tendo por base as rendas dos novos contratos realizados. No período compreendido entre o primeiro trimestre de 2020 e de 2021, a cidade do Porto verificou uma descida de 8%, enquanto em Portugal Continental a quebra foi de 6%.

Na capital a tendência de descida permaneceu, depois de ter registado uma quebra de 16,8%. no final de 2020. Em termos trimestrais, as rendas em Lisboa recuaram 3,7% no primeiro trimestre de 2021, sendo já cinco os trimestres consecutivos em queda, com contrações em cadeia de -2,3% a -6,9%.

Já no Porto, a descida homóloga das rendas no primeiro trimestre de 2021 foi maior do que a observada no final do ano de 2020 quando atingiu os -4,5%. As rendas no Porto desceram 3,2% no primeiro trimestre de 2021, uma variação trimestral idêntica à observada no quarto trimestre de 2020, descendo assim pelo terceiro trimestre consecutivo.

Em termos nacionais a taxa de variação homóloga no primeiro trimestre de 2021 registou um agravamento face ao final de 2020, quando esse indicador era de -0,7%, entrando em terreno negativo pela primeira vez em mais de seis anos.

Já em termos trimestrais, as rendas em Portugal também apresentaram uma tendência decrescente, de 2,6% no trimestre de 2021, face ao quarto trimestre de 2020. As rendas das casas em Portugal apresentaram um valor médio de 9,4 euros/m2 nos contratos realizados no primeiro trimestre de 2021, sendo de 12,2 euros/m2 em Lisboa e a 10,0 euros/m2 no Porto.

Ler mais
Recomendadas

Custos de construção em Lisboa superam os de Madrid

Lisboa e Porto mantiveram a tendência crescente, já verificada nos anos anteriores à pandemia, com os custos de construção em Lisboa a superar mesmo em 8% os verificados em Madrid, diz o estudo da Arcadis.

Procura de alojamento local dispara 742% em Portugal com “lista verde” do Reino Unido

Considerada líder mundial em gestão de arrendamento de curto prazo, a Guest Ready registou este crescimento uma semana após a abertura do espaço aéreo do Reino Unido para Portugal.

Alojamento local com queda de 70% no segundo confinamento

A atividade praticamente inexistente traduziu-se num volume de negócios de 431,7 nil euros no Porto e de 556,8 mil euros em Lisboa, com as duas cidades a apresentar uma quebra de 75% face ao segundo trimestre de 2020, aponta o estudo.
Comentários