Renováveis representaram 48% da produção de eletricidade em Portugal

A tecnologia renovável que mais eletricidade gerou no primeiro mês do ano foi a eólica, com 27,6% da produção total. Os valores divulgados pela APREN mostram uma queda face a janeiro de 2017, quando se registou 70%.

Fabian Bimmer/Reuters

As centrais renováveis representaram 47,7 % do total da produção de eletricidade de Portugal Continental, segundo os dados relativos ao mês de janeiro divulgados pela Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN).

A tecnologia renovável que mais eletricidade gerou no primeiro mês do ano foi a eólica, com 27,6% da produção total, sendo ainda responsável por gerar mais eletricidade do que o global das centrais a gás natural.

De acordo com os números apresentados pela associação que representa o setor, pode observar-se uma quebra na representatividade das renováveis no universo energético face ao ano anterior, uma vez que em janeiro de 2017 as centrais renováveis representaram 70,2 % do total da produção de eletricidade no país.

Quanto ao preço, o valor médio do mercado da eletricidade foi de 51,63 euros/Megawatt (MWh), quando antes se tinha fixado nos 36,39 euros/MWh, provando a correlação entre o preço da energia e a produção elétrica de origem renovável – quanto maior for o peso da produção renovável menor será o preço da eletricidade em mercado.

“Em relação às trocas de eletricidade com Espanha o saldo do mês foi exportador de 25 GWh, resultante da exportação de 365 GWh e da importação de 340 GWh, um dado que revela a existência de vários períodos de exportação elétrica, o que demonstra que as ofertas das centrais nacionais, em mercado, foram mais competitivas que as congéneres espanholas”, refere a APREN, acrescentando que o ‘pico exportador’ ocorreu no dia 8 de janeiro às 6h15, (3.384 MW) e o ‘pico produtor’ a 28 de janeiro às 20:15 (6.566 MW).

Relacionadas

Energia produzida a partir de tecnologias renováveis cai 2% na Madeira

A maior quebra ocorreu na tecnologia hídrica, cerca de 19% entre 2016 e 2017, revela um relatório da Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN).

Crescer protegendo o ambiente

O Reino Unido e Portugal são parceiros numa aliança global, empenhados em eliminar progressivamente as centrais eléctricas a carvão, e têm também ligações visíveis no sector das energias renováveis.

Governo aprova alargamento da zona piloto para energias renováveis oceânicas

Projeto Windfloat faz parte da Estratégia Industrial para as Energias Renováveis Oceânicas, cujo objetivo principal é “criar as condições para a emergência de um novo ‘cluster’ industrial exportador
Recomendadas

CEiiA vai integrar plataforma dos Oceanos das Nações Unidas

Esta adesão ao United Nations Global Compact decorrerá, hoje, em Nova Iorque no âmbito da Assembleia Geral da Nações Unidas, que contará com a presença da Ministra do Mar de Portugal, Ana Paula Vitorino.

Energias renováveis: Portugueses entre os que mais consomem energia ‘limpa’ na União Europeia

Portugal conquistou a medalha de bronze no pódio, sendo o terceiro país na União Europeia que maior percentagem das suas necessidades energéticas são satisfeitas com energias renováveis.

Vem aí um outono quente: temperaturas podem aproximar-se dos 40 graus

Évora, Setúbal, Santarém, Lisboa e Beja estão sob aviso amarelo para este fim-de-semana.
Comentários